PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Inter reduz quase R$ 1 milhão na folha salarial com três saídas do elenco

Rodrigo Dourado, volante do Inter - Ricardo Duarte/Inter
Rodrigo Dourado, volante do Inter Imagem: Ricardo Duarte/Inter

Do UOL, em Porto Alegre

02/07/2022 04h00

O Internacional luta no Brasileirão, Copa Sul-Americana e nas finanças. Nos últimos dias, o clube conseguiu reduzir quase R$ 1 milhão da folha salarial do elenco a partir de três saídas. Ao longo do mês, pelo menos mais três devem deixar o estádio Beira-Rio, abrindo espaço para novas contratações no mercado da bola.

A atenção ao dinheiro é constante no Inter. O clube segue com dificuldades financeiras e recentemente viu o elenco adiar um treinamento à espera de pagamento dos direitos de imagem atrasados.

O adeus a Rodrigo Dourado, agora jogador do Atlético San Luis-MEX, juntamente com a despedida de Bruno Méndez, devolvido ao Corinthians, e o fim do vínculo com o lateral esquerdo Natanael, aliviaram a folha mensal do grupo de jogadores. A quantia chega a cerca de R$ 900 mil.

A diretoria trabalha para conseguir o fim do empréstimo de Wesley Moraes, cedido pelo Aston Villa, da Inglaterra. O centroavante puxa a fila de nomes que não devem seguir no Inter no segundo semestre. A relação ainda tem Gabriel Boschilia e Caio Vidal.

Thiago Galhardo, que voltou do Celta-ESP e que se acertou com o Fortaleza, era visto como um problema financeiro. Em reta final de contrato, ele tinha salário alto e não fazia parte dos planos. O negócio com o Leão do Pici evitou que a conta voltasse às mãos do Inter, que tem vínculo com o atacante até dezembro, mas não arca com nenhuma parte dos vencimentos durante o empréstimo ao tricolor cearense.

No mercado, o Inter procura pelo menos um nome para o restante do ano. A posição mais desejada é a de centroavante. Brenner, ex-São Paulo, foi sondado novamente. Yuri Alberto, emprestado pelo Zenit ao Corinthians, era o grande sonho da diretoria.

Internacional