PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Gabigol leva amarelo e aplica lei do ex no Santos com 'pegadinha'

Gabigol, que já havia recebido um cartão amarelo, fingiu que ia tirar a camisa na comemoração de seu gol na partida entre Flamengo e Santos - Reprodução/Twitter
Gabigol, que já havia recebido um cartão amarelo, fingiu que ia tirar a camisa na comemoração de seu gol na partida entre Flamengo e Santos Imagem: Reprodução/Twitter

Colaboração para o UOL, em São Paulo (SP)

02/07/2022 21h12

Classificação e Jogos

Em pouco mais de 20 minutos em campo, Gabigol foi responsável por uma série de lances marcantes na vitória do Flamengo por 2 a 1 sobre o Santos, na Vila Belmiro, pela 15ª rodada do Brasileirão. Assim que entrou na partida, aos 24 minutos da etapa final, o camisa 9 rubro-negro levou um cartão amarelo e marcou o gol decisivo, com direito a 'pegadinha', contra seu ex-clube.

Depois que marcou o gol que deixou o Flamengo novamente à frente no placar, Gabigol fingiu que ia tirar a camisa na comemoração. Ele até começou a puxar a vestimenta, mas parou o movimento e fez um gesto com as duas mãos erguidas para a arquibancada, sorrindo.

Como já estava amarelado, ele seria expulso se tivesse completado o ato. A pegadinha fez com que flamenguistas ficassem preocupados por poucos segundos.

O atacante de 25 anos começou o duelo no banco de reservas e viu o time abrir o placar com Pedro, aos 17 minutos da primeira etapa. Depois do intervalo, o Santos igualou em cobrança de falta de Zanocelo, aos 21 minutos do segundo tempo. Após o gol de empate, Gabigol foi chamado pelo técnico Dorival Jr. e entrou em campo.

Logo em suas primeiras ações, ele se envolveu em uma confusão depois de uma entrada forte de Zanocelo. O lance gerou um princípio de polêmica e ambos foram amarelados. Minutos depois, ele marcou o gol que definiu o placar favorável ao Rubro-negro.

'Menino da Vila', Gabigol foi revelado pelo Santos e jogou no clube até 2016, quando foi vendido para a Inter de Milão, da Itália. O atacante até voltou a atuar pelo Peixe em 2018, por empréstimo, após ter passado na Europa também pelo Benfica, de Portugal.Em 2019, mais um empréstimo, só que desta vez para o Flamengo. No início de 2020, o clube carioca comprou definitivamente o centroavante.

Futebol