PUBLICIDADE
Topo

Palmeiras

Borja está próximo do River, e Palmeiras aguarda para receber 50% da venda

Miguel Borja, Junior Barranquilla, comemora gol contra o Fluminense - MB Media/Getty Images
Miguel Borja, Junior Barranquilla, comemora gol contra o Fluminense Imagem: MB Media/Getty Images

Beatriz Sardinha e Diego Iwata Lima

Do UOL, em São Paulo

29/06/2022 11h09

O jornal argentino Olé noticiou nesta quarta-feira (29) que o atacante colombiano Miguel Borja é o novo reforço do River Plate (ARG). O valor da transação, de acordo com o Olé, é de 34 milhões de reais. Atualmente, o atacante colombiano atua pelo Atlético Junior (COL), conhecido como Junior Barranquilla. No Brasil, atuou pelo Palmeiras e pelo Grêmio.

O UOL Esporte apurou com fontes do clube que o negócio está próximo de ser concretizado. Caso a negociação aconteça com os valores informados até então, o Palmeiras receberá cerca de 17 milhões de reais por 50% do valor do passe do jogador. A outra metade do valor ficará com o Atlético Junior.

Antes de abordar Miguel Borja, o River Plate tentou contratar o uruguaio Miguel Merentiel e o argentino Flaco López, ambos contratados pelo Palmeiras. Especula-se também na Argentina que o River Plate tenta uma negociação para ter o uruguaio Luis Suárez. Mas não há qualquer informação oficial sobre esta negociação. O River Plate busca um atacante para substituir Julián Álvarez, negociado com o Manchester City.

Em 2017, o Palmeiras contratou Miguel Borja, após o jogador ser eleito o Rei da América pela campanha com o Atlético Nacional. Embora o atacante tenha sido artilheiro do Campeonato Paulista e da Libertadores em 2018, não teve uma correspondência com a torcida.

Após um período de pressão, o jogador foi negociado com o Junior Barranquilla, seu clube de infância. Os maus resultados do clube na Copa Sul-Americana e no campeonato colombiano tornaram o River Plate um destino interessante para o jogador.

Borja atuou em 112 partidas e marcou 36 gols. Ele também tem 27 jogos e 8 gols pela seleção principal da Colômbia.

Palmeiras