PUBLICIDADE
Topo

São Paulo

Reinaldo explica confusão com Gabriel Menino: 'Chutou a bola na torcida'

Reinaldo, jogador do São Paulo, em entrevista ao "De Lavada Podcast" - Reprodução/Twitter
Reinaldo, jogador do São Paulo, em entrevista ao "De Lavada Podcast" Imagem: Reprodução/Twitter

Do UOL, em São Paulo

28/06/2022 19h04

Classificação e Jogos

O lateral Reinaldo, do São Paulo, explicou a confusão entre ele e Gabriel Menino, meio-campista do Palmeiras, na vitória alviverde por 2 a 1, no Morumbi, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro. Em entrevista, ontem, ao "De Lavada Podcast", o são-paulino acusou o alviverde de chutar a bola na direção da torcida ao final da partida.

Reinaldo conta que deixou o banco de reservas e atravessou o campo para tirar satisfações com o meia do Palmeiras após vê-lo chutar uma bola na direção da arquibancada e gritar com os presentes no Morumbi. As câmeras, porém, registraram apenas Menino fazendo sua oração após o apito final.

"O Gabriel Menino chutou a bola no nosso torcedor, eu e o Luciano vimos, e ficou gritando para o nosso torcedor. Na nossa casa, não posso deixar fazerem isso. Ele chutou a bola de propósito no nosso torcedor, e por mais que seja longe a bola chega, e ficou gritando para o nosso torcedor", contou Reinaldo.

"Você acha isso certo? Eu não acho. Eu não vou chegar na casa deles, ganhar o jogo e jogar a bola no torcedor, porque podem ter crianças, idosos e a bola (pode) pegar e acontecer o pior", completou.

Na sequência, o lateral do São Paulo destacou que não quis ser "machão" após a virada em casa e cornetou a vitória do rival.

"Os caras falam que eu quero ser machão, mas eu não quero e não aceito, pode ser quem for. E aí todo mundo acha que eu queria brigar por conta do resultado", disse Reinaldo, que seguiu:

"O Palmeiras achou dois gols lá e ganhou. Quais foram os lances que o Palmeiras entrou, saiu cara a cara com o gol? Nenhum".

São Paulo e Palmeiras se reencontraram no Morumbi poucos dias depois do episódio, pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil, com triunfo tricolor por 1 a 0. A volta será no Allianz Parque, no dia 14 de julho, às 20h (de Brasília).

São Paulo