PUBLICIDADE
Topo

Flamengo

Flamengo revive surto de covid em fase de remontagem e desafio para Dorival

Dorival Júnior desembarcando de viagem com o Flamengo - Marcelo Cortes / Flamengo
Dorival Júnior desembarcando de viagem com o Flamengo Imagem: Marcelo Cortes / Flamengo

Letícia Marques

Do UOL, no Rio de Janeiro

28/06/2022 04h00

Classificação e Jogos

O Flamengo encara o Tolima, amanhã (29), na Colômbia, pela ida das oitavas de final da Copa Libertadores. A partida não começou, mas já trouxe à tona algumas lembranças. O cenário é semelhante a um drama vivido recentemente em outro capítulo da tentativa de reconstrução do Rubro-Negro.

Não bastasse a logística até Ibagué, cidade localizada a mais de 200 km de Bogotá (COL), a viagem acontece em momento que o sinal de alerta para a covid-19 está ligado. O embarque foi marcado pela ausência de algumas figuras devido aos exames inconclusivos para o vírus. Rodrigo Caio, Willian Arão, Diego Alves, Fabrício Bruno e Matheus Cunha ficaram no Rio de Janeiro.

Em meio às baixas, os jovens da base Daniel Cabral, Kauã e Matheus França foram acionados para compor o elenco. O volante Daniel Cabral apresentou sintomas e não se juntou à delegação, enquanto os dois apresentaram testes positivos quando estavam dentro do avião e precisaram desembarcar. Ao todo, são oito casos.

O drama acontece em mais um período de reconstrução do elenco. Em 2020, tentando esquecer Jorge Jesus, o Fla de Domènec Torrent venceu a partida contra o Barcelona de Guayaquil pela Libertadores mesmo com 11 desfalques. No jogo seguinte, contra o Palmeiras, pelo Brasileirão, o número foi ainda maior e o Rubro-Negro entrou em campo com os jovens da base, que conseguiram o empate no Allianz Parque.

Assim como Domè, Dorival, recém-chegado, carrega também o peso da reformulação do clube, que não esconde os traços presos a Jesus e aos acontecimentos de 2019. Tentando escrever um capítulo diferente, o atual treinador precisa superar o mesmo drama do catalão para este segundo tira-teima à frente do Fla.

O Flamengo tenta uma alternativa para aliviar os desfalques para o treinador. Todos os atletas que ficaram no Rio serão testados novamente e, em caso de resultado negativo, o clube tem um jatinho à disposição para ir até a Colômbia. João Gomes, por sua vez, é uma dor de cabeça certa para Dorival, visto que está suspenso.

O treinador precisa minimizar os estragos e tentar um resultado diferente do que aconteceu no primeiro mata-mata, pelas oitavas da Copa do Brasil. Em seu primeiro 'teste', Dorival perdeu para o Atlético-MG por 2 a 1. No entanto, embalado pela vitória tranquila contra o América-MG, pelo Brasileirão, o Flamengo precisa do triunfo para espantar o fantasma da oscilação e indicar o possível recomeço na temporada.

Protocolo para covid-19

A Conmebol exige que os testes de covid-19 sejam feitos a partir de 72 horas antes dos jogos. Com isso, os exames no elenco rubro-negro foram realizados ontem. A apresentação do resultado é obrigatória para a delegação embarcar. Todos os presentes na viagem fizeram o teste, não só os jogadores.

Em caso de exame com resultado inconclusivo, é necessário a apresentação de um novo resultado para permitir a presença na delegação. Segundo o protocolo, a Conmebol pode pedir testes adicionais.

Em caso de teste positivo, sintomáticos ou assintomáticos, é recomendado o afastamento de sete dias das atividades.

Flamengo