PUBLICIDADE
Topo

Santos

Santos: Com contrato no fim, Camacho come pelas beiradas e ganha sobrevida

Camacho, em treino do Santos no CT Rei Pelé - Ivan Storti/Santos FC
Camacho, em treino do Santos no CT Rei Pelé Imagem: Ivan Storti/Santos FC

Lucas Musetti Perazolli

Colaboração para o UOL, em Santos (SP)

27/06/2022 04h00

Antes do início do Campeonato Brasileiro, o Santos contratou Rodrigo Fernández e Willian Maranhão e viu Sandry se recuperar de lesão. Naquele momento, Camacho virou a última opção para o meio-campo e parecia perto de sair do clube.

O experiente jogador de 32 anos ficou um tempo sem atuar, convenceu o técnico Fabián Bustos nos treinamentos e passou a ganhar mais minutos nas últimas partidas. Ele foi titular contra o Corinthians no último sábado (25), na Neo Química Arena, e participou de quatro dos cinco jogos recentes.

A sequência em campo ocorre em momento importante para a carreira de Camacho. O contrato com o Santos termina em dezembro e, até o momento, não houve qualquer procura pela renovação. O volante está feliz no Peixe e gostaria de permanecer.

Camacho se aproveitou das atuações ruins de Maranhão e da irregularidade de Sandry, além da suspensão de Vinicius Zanocelo contra o Corinthians. A ideia dele é se manter ativo para ter chance de ficar ou receber proposta de outro grande clube do Brasil.

Contratado em 2021 a pedido do ex-técnico Fernando Diniz, soma 56 gols pelo Santos, sem gols e com uma assistência. Ele rescindiu o contrato com o Corinthians para assinar na Vila Belmiro até dezembro de 2022.

Camacho começou na base do Flamengo e passou por Paraná, Goiás, Bahia e Guaratinguetá até chamar a atenção no Audax de Diniz. Desde então, ele passou por Botafogo, Corinthians e Athletico antes de reforçar o Santos.

Santos