PUBLICIDADE
Topo

Brasileirão - 2022

Atlético-MG consegue virada épica no fim após Fortaleza abrir 2 a 0

Victor Martins

Colaboração para o UOL, em Belo Horizonte (MG)

25/06/2022 23h00Atualizada em 28/06/2022 19h52

Classificação e Jogos

A noite do Atlético-MG teve tudo para ser muito ruim, afinal de contas o Fortaleza vencia por 2 a 0, antes dos 30 minutos do primeiro tempo, com dois gols de Romarinho, e Pikachu quase marcou o terceiro, mas parou em Everson. Mas tudo mudou depois dos 30 minutos do segundo tempo, o Galo reagiu e buscou a virada, com gols de Rubens, Réver e Vargas. No fim, a vitória por 3 a 2, no Mineirão, pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro, dá muita moral para o time alvinegro.

A comemoração pela virada será grande, mas o atleticano não vai esquecer o começo ruim do jogo. O Galo foi presa fácil para o Fortaleza, numa escalação que mais parecia um Frankenstein do que uma equipe de futebol, o Alvinegro não conseguiu atacar, apesar de ter a posse de bola, e sofria a cada subida do Leão do Pici. O jogo mudou a partir da entrada de Vargas, ainda na etapa inicial.

A partir de então, o Atlético tomou conta do jogo e pressionou bastante até conseguir a virada, já aos 51 minutos do segundo tempo. Um resultado que dá muita moral para o time, que na terça-feira tem o Emelec, pela Copa Libertadores. Já o Fortaleza viu mais uma boa atuação, neste caso apenas na etapa inicial, se transformar numa derrota. O Tricolor segue atolado na zona do rebaixamento e o próximo compromisso é o Estudiantes, também pela Libertadores.

Quem foi bem: Vargas

Romarinho fez dois gols e tinha tudo para ser o nome do jogo, mas Vargas foi quem definiu o resultado final. O chileno saiu do banco de reservas aos 33 minutos do primeiro tempo para conduzir o Galo numa virada época. Com uma assistência e um gol (com enorme colaboração de Matheus Jussa), o camisa 10 do Galo teve uma atuação histórica.

Quem foi mal: Castilho

Pouco utilizado por Turco Mohamed na temporada, o volante Castilho teve mais uma chance no Atlético, mas não aproveitou. O jovem jogador errou bastante e ficou apenas 45 minutos em campo.

O jogo do Atlético-MG: começo assustador

Turco Mohamed foi mal na escalação do Atlético-MG na derrota para o Fortaleza - Agência i7/Mineirão - Agência i7/Mineirão
Turco Mohamed foi mal na escalação do Atlético-MG na derrota para o Fortaleza
Imagem: Agência i7/Mineirão

Sem contar com os principais jogadores, já que na terça-feira tem partida da Copa Libertadores, o Atlético dependia do jogo coletivo para bater o Fortaleza, mas não passou nem perto de ser uma equipe com conjunto. O atual campeão brasileiro e da Copa do Brasil mais parecia um time de pelada, tamanha a dificuldade para defender e atacar. Com as mudanças feitas, o Atlético ficou mais ofensivo, empurrou o Fortaleza para o campo de defesa e terminou em busca do terceiro gol.

Hulk fez falta

Com um edema no pé direito, o atacante Hulk não foi relacionado para o jogo com o Fortaleza. O camisa 7 do Galo esteve no Mineirão, para acompanhar os companheiros de clube, mas foi preservado para o duelo de terça-feira, com o Emelec, pela Libertadores.

Alan Kardec no Mineirão

Reforço do Atlético para a sequência da temporada, o atacante Allan Kardec esteve no Mineirão. O futuro centroavante do Galo aproveitou para ir até o gramado, para sentir um pouco mais o ambiente do estádio.

Turco mexe no primeiro tempo

Com a derrota parcial por 2 a 0 antes dos 30 minutos do primeiro tempo, o técnico Turco Mohamed tirou um dos três zagueiros para colocar o atacante Vargas. O escolhido para sair foi Alonso, que é titular da equipe. Réver e Igor Rabello seguiram na partida.

Mais três trocas no intervalo

Como pouca mudou após a troca feita na primeira etapa, foi até do Fortaleza a melhor chance, mas Pikachu parou em Everson, Turco Mohamed fez outras três mudanças antes da volta para o segundo tempo. Entraram Otávio, Rubens e Fábio Gomes.

Mais de meia hora para chutar

O Atlético perdia por 2 a 0 e não conseguia chegar nem perto da meta defendida por Marcelo Boeck, tanto que a primeira finalização do Galo na partida aconteceu somente aos 37 minutos do segundo tempo. Foi uma tentativa de Eduardo Sasha, que não levou perigo e o goleiro do Fortaleza defendeu sem nenhuma dificuldade.

Rubens desconta

Perdendo por 2 a 0, o Atlético se lançou no ataque e pressionou bastante o Fortaleza durante o segundo tempo. Rubens descontou aos 30 minutos, de cabeça, após belo cruzamento de Vargas.

Réver empata

O zagueiro e capitão do Atlético também marcou de cabeça. O experiente defensor errou no segundo gol do Fortaleza, mas conseguiu se recuperar no jogo ao empatar a partida.

Matheus Jussa ou Vargas?

Aos 48 minutos do segundo tempo, Matheus Jussa entrou para ajudar o Fortaleza a manter o empate em 2 a 2. Mas em três minutos em campo e o jogador do Leão do Picci foi protagonista no gol da virada do Atlético. Ele tentou cortar após a cabeçada de Vargas, mas mandou a bola para dentro do gol. Foi contra ou não? A resposta só quando CBF divulgar a súmula.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-MG 3 X 2 FORTALEZA

Motivo: 14ª rodada do Campeonato Brasileiro
Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data e horário: 25 de junho de 2022, às 21h (de Brasília)
Árbitro: Jean Pierre Goncalves Lima (RS)
Assistentes: Leirson Peng Martins (RS) e Lucio Beiersdorf Flor (RS)
VAR: Daniel Nobre Bins (RS)
Cartões amarelos: Ronald, Marcelo Boeck e Lucas Crispim (FOR)
Gols: Romarinho aos 3' e aos 28' minutos do primeiro tempo; Rubens aos 30', Réver aos 41' e Vargas aos 51' minutos do segundo tempo

Atlético-MG: Everson, Guga, Réver, Igor Rabello, Alonso (Vargas, aos 33' do 1º) e Guilherme Arana; Allan (Otávio, no intervalo), Castilho (Rubens, no intervalo) e Calebe; Savinho (Ademir, aos 21' do 2º) e Eduardo Sasha (Fábio Gomes, no intervalo). Técnico: Turco Mohamed.

Fortaleza: Marcelo Boeck, Ceballos, Marcelo Benevenuto, Titi; Pikachu, Felipe, Ronald (Matheus Jussa, aos 48' do 2º), Lucas Lima (Depietri, aos 33' do 2º), Juninho Capixaba; Moisés (Lucas Crispim, aos 33' do 2º) e Romarinho (Romero, aos 21' do 2º). Técnico: Juan Pablo Vojvoda.