Topo

Nadadora que desmaiou em prova é proibida de seguir no Mundial

Do UOL, em São Paulo (SP)

24/06/2022 11h26

A participação de Anita Álvarez, atleta da equipe de nado sincronizado dos Estados Unidos, no Mundial de Esportes Aquáticos está encerrada. Após desmaiar durante uma prova realizada na última quarta-feira (22), a competidora foi reavaliada pelo médico responsável pela delegação estadunidense e liberada para participar da final por equipes, que acontece nesta sexta-feira (24). Entretanto, a FINA (Federação Internacional de Natação) barrou sua volta às piscinas.

A decisão foi tomada após Béla Merkely, chefe dos serviços médicos do Mundial disputado na Hungria, alegar falta de explicações pertinentes quanto ao desmaio de Anita Álvarez. Em entrevista à mídia húngara, o médico chegou a declarar que o nado sincronizado pode não ser mais um esporte para a competidora.

"Existem diferentes tipos de atletas, alguns toleram bem que a quantidade de oxigênio e dióxido de carbono varie dessa maneira, mas há aqueles que são mais sensíveis. Ela é uma delas. Provavelmente esse esporte não é para ela", disse.

De acordo com a treinadora Andrea Fuentes, que foi a responsável por mergulhar na piscina e salvar Anita Álvarez, a atleta chegou a ficar dois minutos sem respirar.

"Foram dois minutos sem respirar e, com a pulsação a 180, você não quer estar dois minutos sem respirar. Teve um momento que me assustei de verdade, mas agora estamos rindo as duas juntas. Ela está muito bem. Tem que descansar. Amanhã (quinta), vai descansar o dia todo e estará muito bem para a final de equipes", disse a técnica pouco depois do acontecido na quarta-feira.

Ao longo da quinta-feira (23), Anita Álvarez descansou e chegou a afirmar ao jornal 'AS' que estava se sentindo bem para encerrar sua participação na final por equipes com os seus companheiros.

"Meu corpo está totalmente normal. Isso é algo que já aconteceu comigo. Você descansa e no dia seguinte volta para a água. Você tem que fazer assim para não carregar a cabeça com medo. Os médicos me examinaram. Eu sinto que meu corpo pode lidar com isso e está tudo na minha mente. Quero terminar esta competição, que foi a melhor que tivemos nos Estados Unidos em muito tempo. Estou muito feliz com meu solo e agora não quero perder meu compromisso com minha equipe na final. Quero terminar este campeonato de cabeça erguida. Quero que meus companheiros sintam que podem confiar em mim e isso nos fortalece", disse.

Barrada pelo FINA, Anita Álvarez agora só poderá acompanhar as disputas finais do nado sincronizado do lado de fora da piscina.

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Nadadora que desmaiou em prova é proibida de seguir no Mundial - UOL

Obs: Link e título da página são enviados automaticamente ao UOL

Esporte