PUBLICIDADE
Topo

Santos

Bustos detona atuação do Santos contra o Corinthians: 'uma vergonha'

Lucas Musetti Perazolli

Colaboração para o UOL, em Santos (SP)

23/06/2022 00h38

Classificação e Jogos

O técnico Fabián Bustos detonou a atuação do Santos na derrota por 4 a 0 para o Corinthians, na noite desta quarta-feira (22), na Neo Química Arena, pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil.

O treinador argentino afirmou várias vezes que o desempenho do Peixe foi "uma vergonha" e falou que só João Paulo, Marcos Leonardo e Lucas Braga se salvaram em campo.

"Uma vergonha. De verdade uma vergonha. Não sei com que cara olharei as pessoas do Santos. Uma vergonha pelo que fizemos e como nos comportamos em campo, sem competir. Foi uma vergonha e é difícil até olhar para a câmera. Não lembro de uma noite assim na minha carreira. Foi uma vergonha, desastroso", disse Bustos, antes de explicar os motivos de não ter mexido no intervalo, quando o placar já mostrava 3 a 0.

"Fora João Paulo e Marcos Leonardo, eu tinha que tirar todos. Não gosto de falar mal de jogador, mas todos deveriam sair se não fossem esses dois. E dos outros nove, o melhor foi Lucas Braga. Segundo gol é erro grosseiro de um jogador que não vou dizer. No terceiro deixamos cabecear. No quarto gol passam fácil pelo outro lado [não do Lucas Braga como lateral]. Tenho vergonha de estar aqui, foi uma vergonha o jogo. Horrível", completou.

Bustos evitou dar desculpas, mas reclamou de falta em Léo Baptistão na origem da jogada do primeiro gol do Corinthians.

"Eles podem ganhar, estavam melhores e foi uma vergonha o que fizemos. Mas foi falta no Baptistão e temos o VAR. Não quero dar desculpas, o que fizemos foi uma vergonha. Temos que mudar a atitude e fazer o que fizemos contra Palmeiras, Inter, Atlético-MG... Essa é a nossa equipe. Não a equipe de hoje, que foi uma vergonha", concluiu.

O Santos voltará a campo para enfrentar o próprio Corinthians, sábado (25), novamente na Neo Química Arena, pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro. O duelo de volta na Copa do Brasil será no dia 13 de julho, na Vila Belmiro.

Santos