PUBLICIDADE
Topo

Santos

Após goleada, Rueda vai ao CT e se reúne com elenco e comissão do Santos

Andres Rueda, presidente do Santos, na Vila Belmiro - PEDRO ERNESTO GUERRA AZEVEDO
Andres Rueda, presidente do Santos, na Vila Belmiro Imagem: PEDRO ERNESTO GUERRA AZEVEDO

Lucas Musetti Perazolli

Colaboração para o UOL, em Santos (SP)

23/06/2022 12h34

Após a goleada por 4 a 0 para o Corinthians ontem (22), na Neo Química Arena, o presidente Andres Rueda foi ao CT Rei Pelé hoje cedo para reunião com elenco, comissão técnica e departamento de futebol do Santos. A delegação chegou de São Paulo por volta de 2h, dormiu nas dependências do clube e treinou às 8h.

Rueda adotou o habitual tom sereno, mas fez cobranças após o desempenho ruim no clássico. O presidente entende que perder competindo faz parte do jogo, mas ser derrotado como foi não pode ser normalizado.

O presidente conversou com elenco, com o executivo de futebol Edu Dracena e com o técnico Fabián Bustos. A princípio, não haverá mudanças até o novo clássico contra o Corinthians no sábado, na arena em Itaquera, agora pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro.

A cúpula do Peixe não entendeu algumas decisões de Bustos. O maior ponto de interrogação foi não ter feito substituições no intervalo para depois mexer aos 8 minutos do segundo tempo: "Ele não se ajuda", disse um membro do Comitê de Gestão do clube ao UOL Esporte.

A diretoria está preocupada com o clima ruim no vestiário e na reação do elenco diante das fortes declarações de Bustos, mas entende que não é hora de mexer. O Santos deve esperar o novo clássico contra o Corinthians e, se não ocorrer uma nova atuação desastrosa, a tendência é que o argentino continue para a partida diante do Deportivo Táchira, na Venezuela, pela ida das oitavas de final da Sul-Americana, na próxima quarta-feira (29).

O presidente Andres Rueda é adepto da continuidade para os técnicos e não queria a saída de Fabio Carille, mas foi voto vencido no departamento de futebol e Comitê de Gestão à época. Atualmente, Bustos levanta dúvidas, mas o executivo Edu Dracena aposta em mais tempo e concorda com Rueda. A ver se o tempo irá além de sábado.

Santos