PUBLICIDADE
Topo

Brasileirão - 2022

Meninos da Vila resolvem, e Santos quebra tabu ao bater Juventude de virada

Lucas Musetti Perazolli

Colaboração para o UOL, em Santos (SP)

14/06/2022 23h30

Classificação e Jogos

Aos 47 minutos do primeiro tempo, o Santos perdia por 1 a 0 e era dominado pelo Juventude no Alfredo Jaconi. Em lance despretensioso no meio-campo, porém, tudo mudou. Yuri entrou forte de carrinho em Jhojan Julio e foi expulso após checagem do VAR. Na etapa final, o Peixe virou o jogo em Caxias do Sul e venceu por 2 a 1, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro, e colou no G4.

O Juventude abriu o placar com Ricardo Bueno e atuava bem até ficar com um a menos. No segundo tempo, o Santos fez valer a superioridade numérica e acuou os mandantes. Eduardo Bauermann e Marcos Leonardo fizeram os gols da virada.

Marcos Leonardo atuou no último domingo pela seleção brasileira sub-20 e foi direto do Espírito Santo para Caxias do Sul. Ângelo, de volta após lesão na coxa, jogou os minutos que podia e deu a assistência para o camisa 9. Os Meninos da Vila decidiram outra vez.

O Santos conseguiu a primeira vitória como visitante no Brasileirão e pôs fim a uma sequência de seis jogos sem os três pontos. O Peixe agora é o sexto colocado, com 17 pontos, um a menos que Internacional, quarto colocado, e que joga amanhã contra o Goiás. O Juventude segue na vice-lanterna, com dez, e três acima do Fortaleza, que paga o Avaí, quinta, na Ressacada.

O Santos voltará a campo para enfrentar o Red Bull Bragantino, sábado (18), na Vila Belmiro. O Juventude visitará o Atlético-GO, domingo (19)

LIVE DO SANTOS COM GABRIELA BRINO E MAURICIO BARROS

Quem foi bem no Santos: Bruno Oliveira, Ângelo e Marcos Leonardo

Bruno entrou no intervalo e, mais uma vez, melhorou o desempenho ofensivo do Peixe. Ângelo e Marcos Leonardo foram bem e construíram o segundo gol. O trio pede passagem no Santos. Vale destacar também a atuação importante de Jhojan Julio.

Quem foi mal no Santos: Auro e Ricardo Goulart

Auro esteve inseguro e saiu no intervalo. Já Goulart foi extremamente discreto novamente. O camisa 10 pouco criou e foi substituído no segundo tempo.

O jogo do Santos: cartão vermelho salvou

O Peixe esteve mal até a expulsão de Yuri, no fim do primeiro tempo. Com um a mais, o Santos melhorou e passou a dominar o jogo. O Juventude mal passou do meio-campo na etapa final.

Meninos da Vila resolvem

Depois de jogar no último domingo pela seleção brasileira sub-20, Marcos Leonardo começou no banco de reservas e entrou no segundo tempo. Ângelo também foi colocado na etapa final após retornar de lesão na coxa contra o Atlético-MG e ainda não estar 100%. Ângelo deu a assistência para Marcos virar o jogo em Caxias.

Sentiu cedo

Como publicou o UOL Esporte na manhã de hoje, Maicon era dúvida para a partida em razão de desconforto muscular. O zagueiro foi para o "sacrifício", sentiu dor na coxa e precisou sair para a entrada de Emiliano Velázquez, logo aos 14 minutos de jogo.

Lei do ex reversa?

Yuri, ex-Santos, foi expulso no fim do primeiro tempo após forte entrada em Jhojan Julio. O volante do Juventude passou pelo Peixe e não deixou saudade.

Finalmente!

Eduardo Bauermann fez seu gol após muita insistência. Gol anulado, bola na trave, defesas do goleiro... O zagueiro marcou pela segunda vez com a camisa do Santos e comemorou demais em Caxias do Sul.

Que susto!

No último minuto, a arbitragem checou possível pênalti de Emiliano Velázquez. Depois de longos segundos para o torcedor do Santos, nada foi marcado.

FICHA TÉCNICA:

JUVENTUDE 1 x 2 SANTOS
Competição: 12ª rodada do Campeonato Brasileiro
Data: 14 de junho de 2022 (terça-feira)
Horário: 21h30 (de Brasília)
Local: Estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS)
Árbitro: Rodolpho Toski Marques (PR)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (MG) e Ivan Carlos Bohn
VAR: Adriano Milczvski
Cartões amarelos: Paulinho Moccelin (JUV), Rodrigo Fernández e Auro (SAN)
Cartão vermelho: Yuri (JUV)
Gols: Ricardo Bueno, aos 25 minutos do 1º tempo; Eduardo Bauermann (SAN), aos 11, e Marcos Leonardo (SAN), aos 31' do 2º tempo

JUVENTUDE: César; Rodrigo Soares (Oscar Ruiz), Thalisson Kelven, Rafael Forster e William Matheus; Yuri, Jadson, Chico (Paulinho Moccelin) e Capixaba (Paulo Henrique); Pitta (Darlan) e Ricardo Bueno (Vitor Gabriel). Técnico: Eduardo Baptista.

SANTOS: João Paulo, Auro (Bruno Oliveira); Maicon (Emiliano Velázquez), Eduardo Bauermann e Felipe Jonatan; Rodrigo Fernández, Vinicius Zanocelo (Ângelo) e Ricardo Goulart (Marcos Leonardo); Lucas Braga, Jhojan Julio e Rwan (Bryan Angulo). Técnico: Fabián Bustos