PUBLICIDADE
Topo

Série B - 2022

Grêmio empata com Vila Nova, soma 4 jogos sem vencer e vê Roger pressionado

Heber Gomes/AGIF
Imagem: Heber Gomes/AGIF

Do UOL, em Porto Alegre

29/05/2022 17h57

Classificação e Jogos

O Grêmio chegou ao quarto jogo seguido sem vencer na Série B do Brasileiro. Hoje (29), o time gaúcho empatou sem gols com o Vila Nova, em Goiânia, em jogo da nona rodada. A equipe de Roger Machado começou bem, chegou a marcar, mas teve gol anulado pela arbitragem. O Tricolor foi pressionado, ao longo da partida, pelo antepenúltimo colocado na tabela. Após o apito final, os gremistas presentes no estádio Serra Dourada entoaram gritos de "Renato! Renato! Renato!", pedindo a volta do treinador que deixou o cargo no início de 2021.

O resultado manteve o time gaúcho fora do G4, ocupando a quinta colocação, com 13 pontos, dois a menos que o Sport (4°) e nove atrás do líder Cruzeiro. O Vila Nova, por outro lado, continua no fim da tabela - nove pontos e 18ª posição.

O Grêmio vem de derrota para o Cruzeiro e empates diante de Ituano, Criciúma e agora Vila Nova. Roger Machado, que assumiu o time em fevereiro, passa a ser alvo de críticas e contestações mais intensas.

Na próxima rodada, o Grêmio visita o Vasco e o Vila Nova vai até Campinas encarar o Guarani. Os dois jogos serão na quinta-feira (2).

Quem foi bem: Janderson

Meia-atacante, personagem na Recopa Gaúcha, entrou no segundo tempo e participou das duas melhores jogadas do Grêmio na etapa final. Ainda assim, insuficiente para decidir.

Quem decepcionou: Campaz

Camisa 7 atuou em função que misturou papel de armador com atacante. Na prática, colombiano fez muito pouco. Errou tecnicamente em vários lances e foi sacado no intervalo.

Diego Souza faz, mas gol é anulado

Aos 9' da etapa inicial, Villasanti serviu e Diego Souza só escorou para o fundo da rede. Mas o lance foi anulado pela arbitragem em virtude de falta do camisa 27. O Grêmio protestou, porém a decisão foi mantida.

Vila Nova fica com a bola. E pressiona

O time da casa atingiu mais de 60% de posse de bola no primeiro tempo. A estatística ajuda a entender a estratégia do Vila Nova e o resumo da etapa inicial, onde houve pressão dos mandantes. Especialmente do meio para o fim até o intervalo. Ainda assim, as chances foram poucas. E nenhuma clara.

Grêmio perde gol e sofre

A primeira impressão gremista no Serra Dourada não se confirmou. Com três minutos, Gabriel Teixeira teve chance cara a cara com o goleiro e perdeu. O chute fraco foi lance isolado em uma atuação que teve espiral de erros. Problemas coletivos, falhas individuais e uma queda de produção ao longo da primeira etapa.

30 segundos de terror

O Vila Nova botou o Grêmio nas cordas logo no pontapé inicial, no segundo tempo. Aos sete segundos, Brenno saltou e abafou chute dentro da área. No rebote, cabeceio foi salvo em cima da linha por Bruno Alves e ainda houve uma terceira tentativa para fora. Terror total para a defesa gremista, que ainda precisou esperar verificação do VAR — em análise sobre possível toque de mão dentro da área.

Roger muda esquema

Na etapa final, o Grêmio teve mais velocidade com a entrada de Janderson. E com ele, o time teve duas boas jogadas (aos 22 e aos 24 minutos). E pouco depois, a formação mudou com as entradas de Elias e Benítez. O 3-5-2 deu lugar a um esquema mais agudo.

FICHA TÉCNICA:

VILA NOVA 0 x 0 GRÊMIO
Competição:
Série B do Brasileiro - Nona rodada
Data e hora: 29 de maio de 2022 (domingo), às 16h (horário de Brasília)
Local: estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO)
Árbitro: Douglas Marques das Flores (SP)
Auxiliares: Daniel Ziolli (SP) e Fabrini Costa (SP)
VAR: Caio Max Vieira (RN)
Cartões amarelos: Matheuzinho (VIL); Geromel e Benítez (GRE)

VILA NOVA: Tony; Alex Silva, Alisson Cassiano (Rafael Donato), Renato Silveira e Bruno Collaço; Rafinha Silva (Pedro Bambu), Pablo (Ralf), Matheuzinho, Wagner (Jean Silva) e Pablo Dyego; Daniel Amorim. Técnico: Dado Cavalcanti

GRÊMIO: Brenno; Rodrigues (Elias Manoel), Bruno Alves e Geromel; Sarará (J. Varela), Villasanti, Bitello, Campaz (Janderson) e Nicolas; Gabriel Teixeira (Benítez) e Diego Souza (Elkeson). Técnico: Roger Machado