PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Ainda com time incompleto, Tite faz primeiro coletivo e testa formações

Tite fez alguns testes no primeiro coletivo da seleção brasileira na Coreia do Sul - Lucas Figueiredo/CBF
Tite fez alguns testes no primeiro coletivo da seleção brasileira na Coreia do Sul Imagem: Lucas Figueiredo/CBF

Danilo Lavieri

Do UOL, em Seul (Coreia do Sul)

28/05/2022 00h55

Tite promoveu neste sábado (28) seu primeiro coletivo em Seul, na Coreia do Sul, de olho no amistoso contra os donos da casa. O comandante contou com 20 atletas e precisou simular dois times com nove jogadores de linha. Até por isso, ele fez alguns testes em setores específicos e foi trocando a formação no decorrer da atividade.

Como só tem um lateral direito na delegação por conta do corte de Danilo, uma das equipes não tinha ninguém atuando pelo setor, enquanto a outra só tinha dois meio-campistas.

A primeira escalação tinha Daniel Alves, Marquinhos, Gabriel Magalhães e Alex Telles; Bruno Guimarães e Coutinho; Martinelli, Raphinha e Matheus Cunha. Essa equipe enfrentou um adversário com a seguinte formação: Thiago Silva, Leo Ortiz e Alex Sandro; Danilo, Fred e Lucas Paquetá; Neymar, Richarlison e Gabriel Jesus.

O comandante costuma faz testes por setor e, por vez, por lado de campo. Por essa ótica, é possível interpretar que ele indicou um ataque formado por Neymar, Richarlison e Gabriel Jesus, com Raphinha perdendo espaço.

Como não tem Fabinho e Casemiro, que só chegam após a final da Liga dos Campeões, há uma dúvida sobre como vai ser a escalação do meio. Com esses testes, a formação com Danilo, do Palmeiras, como titular é uma das possibilidades, com Fred e Paquetá mais à frente.

Com o decorrer da atividade, Daniel Alves passou a jogar como lateral direito do outro time, enquanto o palmeirense também "virou a casaca".

O Brasil só terá todos os atletas à disposição de Tite no próximo dia 31 de maio, com a chegada dos atletas que estão na final da Liga dos Campeões. O primeiro amistoso está marcado para o dia 2 de junho, o que significa que nomes como Casemiro, Fabinho e Vini Jr têm chances de começarem no banco. No dia 6, o adversário será o Japão, em Tóquio.

Futebol