PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Ex-jogador e comentarista francês detona Neymar: 'Bobo e ridículo'

Rolland Courbis também disse que Neymar tem "45 anos fisiologicamente" - Christian Hartmann/Reuters
Rolland Courbis também disse que Neymar tem "45 anos fisiologicamente" Imagem: Christian Hartmann/Reuters

Do UOL, em São Paulo

27/05/2022 11h06

O ex-jogador e treinador francês Rolland Courbis fez fortes declarações detonando Neymar. No programa 'After Foot RMC', o hoje comentarista criticou a forma física e desempenho do camisa 10 do PSG, dizendo que o brasileiro "tem 45 anos fisiologicamente" e o chamando de "bobo e ridículo".

"Já faz quatro anos que Neymar está sendo testado. (...) Nós não nos importamos com seus últimos dois bons meses. Ouvi algo que me fez rir ultimamente, que Neymar é mais novo que Messi, mas ele tem 45 anos fisiologicamente", disparou Courbis, de acordo com a imprensa francesa.

Neste ano, Neymar completou 30 anos, enquanto o camisa 30 parisiense fará 35 em junho. Na sequência de sua fala, o comentarista da RMC comparou as atuações do brasileiro com as do argentino.

"Messi, em uma temporada de adaptação, acerta 13 vezes na trave. É ele quem faz os passes mais interessantes para Mbappé. Neymar, que já está no chão, não perde o avião depois do Carnaval", acrescentou.

"Visto de fora, mas também de dentro, Neymar é bobo e ridículo. Se tivesse um comportamento exemplar e não jogasse pôquer até 4 horas da manhã, talvez pudesse ser superior a Messi. Dizer que Neymar é mais jovem que Messi é uma piada", completou o ex-jogador.

Nas redes sociais, internautas recuperaram uma publicação do comentarista feita em abril deste ano. No post, ele tira uma foto com Neymar e chama o brasileiro de "lenda". "Gosto de posar com essas lendas parisienses", escreveu Courbis, na legenda.

Aos 68 anos, Courbis atuou como zagueiro e fez carreira defendendo diversos clubes franceses. Ele começou no Olympique de Marselha e também passou pelo Monaco. Como técnico, ele comandou equipes de menor expressão na França e seu último trabalho foi como treinador adjunto de um time da 3ª divisão do país.

Futebol