PUBLICIDADE
Topo

Libertadores - 2022

Corinthians decepciona, empata com Always Ready e passa em 2º no Grupo E

Junior Moraes, do Corinthians, disputa bola com Elkin Blanco, do Always Ready pela Libertadores - NELSON ALMEIDA / AFP
Junior Moraes, do Corinthians, disputa bola com Elkin Blanco, do Always Ready pela Libertadores Imagem: NELSON ALMEIDA / AFP

Yago Rudá

Do UOL, em São Paulo

26/05/2022 22h54

Classificação e Jogos

O encerramento da campanha do Corinthians na fase de grupos da Copa Libertadores deixou a desejar. Nesta noite (26), o Timão recebeu na Neo Química Arena a equipe reserva do já eliminado Always Ready, da Bolívia, e ficou no empate em 1 a 1. Com o tropeço em casa, o Alvinegro garantiu a classificação ao mata-mata da competição continental, porém na segunda colocação da chave, atrás do Boca Juniors, que também bateu o Deportivo Cali por 1 a 0, na Bombonera.

Favorito no confronto, o Corinthians tratou de logo partir para cima e abriu o placar com Adson, após passe de Giuliano. No entanto, ainda no primeiro tempo, um escorregão de Robson Bambu no campo de defesa criou a oportunidade perfeita para Borja empatar a partida em Itaquera. Depois, nervoso em campo, o Timão não conseguiu se organizar e, embora tenha pressionado, ficou mesmo no empate com os bolivianos.

Ao fim da partida, a torcida do Corinthians não perdoou a atuação apática da equipe, vaiou os jogadores, gritou 'vergonha' e cobrou mais entrega em campo. A definição do adversário do Timão no mata-mata acontece amanhã, a partir das 13h (horário de Brasília), no sorteio que será realizado na sede da Conmebol. O Alvinegro pode pegar Palmeiras, Libertad, Estudiantes, Atlético-MG, Boca Juniors, River Plate, Colón ou Flamengo.

Quem foi bem: Jô

Embora tenha ficado pouco tempo em campo, o centroavante foi a melhor alternativa ofensiva do Corinthians, segurando a dupla de zagueiros adversários e abrindo espaço para os avanços dos pontas.

Quem foi mal: Robson Bambu

O zagueiro deu um gol de presente ao Always Ready ao se atrapalhar na saída de bola. Antes do erro grotesco, já havia se atrapalhado e mostrado insegurança outras vezes. No segundo tempo, cabeceou uma bola no travessão e quase marcou. No geral, mais uma atuação ruim do defensor pelo Corinthians.

Cássio cortado no vestiário

Capitão do Corinthians, o goleiro Cássio realizou uma série de testes no vestiário, voltou a sentir dores no ombro esquerdo e foi cortado do banco de reservas, horas antes do início da partida. A decisão da comissão técnica foi pela titularidade de Ivan e, com isso, Matheus Donelli assinou a súmula como suplente.

Que susto!

Muito favorito na partida, o Corinthians tratou de dar um susto em seus torcedores logo no começo da partida. Aos 3 minutos, em jogada pela beirada do campo, Árabe cruzou e o goleiro Ivan se esticou todo para fazer a defesa ao mandar a bola para a linha de fundo.

Adson coloca o Timão em vantagem

Pressionando o Always Ready em seu campo de defesa e protagonista das ações no jogo durante todo o primeiro tempo, o Corinthians demorou, mas conseguiu abrir o placar antes do intervalo. Em jogada de Giuliano pela faixa central do campo, o meia-atacante Adson infiltrou entre os defensores, recebeu um passe açucarado e apenas deslocou o goleiro para colocar o Alvinegro em vantagem.

Falha grave e empate boliviano

O Corinthians tinha a partida sob completo domínio em Itaquera até o zagueiro Robson Bambu tropeçar sozinho no campo de defesa e perder a bola no campo de defesa para Gustavo Torres. O boliviano passou a bola para Borja, que avançou em velocidade e bateu no canto, sem chances de defesa para Ivan, colocando números iguais no placar.

Aquece, aquece, aquece...

guedes - Ettore Chiereguini/AGIF - Ettore Chiereguini/AGIF
Róger Guedes durante aquecimento do Corinthians para o jogo contra o Always Ready, pela Libertadores
Imagem: Ettore Chiereguini/AGIF

Em baixa com o técnico Vítor Pereira, Róger Guedes começou a partida no banco de reservas pelo terceiro jogo seguido. No intervalo nem sequer ficou no vestiário e aqueceu em campo por mais de dez minutos com o preparador António Ascensão. O segundo tempo começou, o auxiliar Filipe Almeida colocou na partida Willian, Jô e Renato Augusto e nada do camisa 9. O atacante entrou apenas aos 24 minutos, após os pedidos da torcida.

O jogo do Always Ready: reservas dão trabalho

Já eliminado e escalado com time alternativo, o clube boliviano apresentou pouco repertório e deu muitos espaços ao Corinthians, que teve dificuldade para criar mesmo assim. Apesar disso, o Always Ready surpreendeu o Timão no início, em cabeçada de Gustavo Torres defendida por Ivan, e no fim da etapa inicial, quando aproveitou falha de Robson Bambu para empatar com Borja.

No segundo tempo, depois da entrada dos titulares habituais do Timão, adotou postura mais defensiva, colocando vários jogadores dentro ou à frente da área. A postura retraída deu resultado, e os bolivianos arrancaram o empate (e, indiretamente, a liderança do Corinthians).

Protesto das organizadas

Com o empate e a segunda colocação no grupo, a Gaviões da Fiel, e também outras organizadas, não perdoaram o desempenho ruim da equipe e cantaram alguns gritos de ordem cobrando melhores resultados e tratando a atuação contra o time reserva do Always Ready como 'vergonhosa'.

Próximos jogos

O Corinthians agora volta as atenções para o Campeonato Brasileiro. No domingo (29), às 18h (de Brasília), o Alvinegro encara o América-MG, também na Neo Química Arena. Eliminado da Copa Libertadores, o Always Ready joga contra o Atlético Palmaflor, no mesmo dia, pelas quartas de final do Campeonato Boliviano.

FICHA TÉCNICA:

CORINTHIANS 1x1 ALWAYS READY-BOL
Competição:
Copa Libertadores - Sexta rodada do Grupo E
Data: 26/05/2022
Hora: 21h (de Brasília)
Local: Neo Química Arena, em São Paulo (SP)
Árbitro: José Argote (VEN)
Assistentes: Franchescoly Chacon (VEN) e Antoni Garcia (VEN)
Cartões amarelos: Gustavo Mantuan (Corinthians); Rambal e Blanco (Always Ready)
Gols: Adson, aos 18' do 1º tempo (1-0); Borja, aos 43' do 1º tempo (1-1)

CORINTHIANS: Ivan; Gustavo Mantuan, Robson Bambu, Gil e Lucas Piton; Roni (Renato Augusto), Maycon e Giuliano (Róger Guedes); Gustavo Mosquito (Willian), Adson e Júnior Moraes (Jô) (Du Queiroz). Técnico: Filipe Almeida.

ALWAYS READY: Galarza; Valda, Rambal, Martínez e Taborga; Elkin Blanco, Rivera (Mamami), Borja e Cristhian Árabe (Espinoza); Rodrigo Ramallo e Gustavo Torrez (Pablo Vaca). Técnico: Eduardo Villegas