PUBLICIDADE
Topo

Liga dos Campeões - 2021/2022

Campeão da Champions leva mais dinheiro que Copa do Mundo; veja valores

O mais almejado: troféu da Champions League, em 2018 - Alexander Hassenstein/Getty Images
O mais almejado: troféu da Champions League, em 2018 Imagem: Alexander Hassenstein/Getty Images

Felipe Held

Colaboração para o UOL

25/05/2022 04h00

Classificação e Jogos

O troféu da edição 2021/22 da Liga dos Campeões da Europa é, sem dúvidas, o maior prêmio em jogo para Liverpool e Real Madrid na decisão marcada para o próximo sábado (28). No entanto, há um outro fator motivacional bastante interessante para os dois clubes: o prêmio de 20 milhões de euros (R$ 104 milhões) para quem se sagrar campeão - sem falar, é claro, pelo que os dois clubes já acumularam na competição.

A Champions League possui faixas de premiação para cada etapa da competição e também por vitória na fase de grupos. O Liverpool, que passou por sua chave com 100% de aproveitamento, pode somar até 85,14 milhões de euros se ficar com a taça - ou R$ 443 milhões. O Real, que venceu cinco partidas na fase de grupos, pode embolsar 82,3 milhões de euros (R$ 428 mi).

Premiação da Champions é a maior do mundo

A premiação financeira da Champions é insuperável. Para efeito de comparação, o maior torneio do nosso continente, a Copa Libertadores da América, pagou R$ 128 milhões ao Palmeiras por toda a jornada vencedora na edição 2021. Este valor equivale a cerca de 29% do que o Liverpool pode faturar ao longo de toda a campanha se vencer a Liga dos Campeões.

O Mundial de Clubes da Fifa também é muito pouco relevante, quando falamos de dinheiro, para o campeão europeu. Em 2022, o Chelsea embolsou 5 milhões de dólares (cerca de 4,7 milhões de euros, ou R$ 24,4 milhões) pela vitória sobre o Palmeiras em fevereiro. O clube brasileiro, por sua vez, voltou para casa com 4 milhões de dólares no bolso (ou R$ 19,5 mi) pelo vice.

A diferença financeira também é abissal se levarmos em consideração a versão feminina do maior torneio de clubes da Europa. O Lyon, que derrotou o Barcelona na decisão de 21 de maio, levou 920 mil euros, pouco menos que R$ 4,8 milhões, somando a participação em todas as etapas da competição. Ou seja: 1% do prêmio potencial do Liverpool. Enquanto a premiação para o campeão da Champions masculina é de 20 milhões de euros, a equipe feminina que levantar a taça é premiada com 250 mil.

Nem mesmo o maior torneio entre seleções daquele continente desbanca a premiação da Champions masculina. A Itália, que se sagrou campeã da Eurocopa em 2021, recebeu uma recompensa financeira de R$ 177 milhões, no total de sua participação (foram 10 milhões de euros, ou cerca de R$ 52 mi, somente pela vitória no último jogo). No mesmo ano, a Argentina embolsou 10 milhões de dólares (hoje, cerca de R$ 49 mi) por ter vencido a Copa América.

Mas e quanto ao maior torneio de futebol do globo terrestre, que paralisa nações e a cada quatro anos paralisa o planeta? A premiação financeira da Copa do Mundo também está muito abaixo do patamar financeiro estabelecido pela Champions. Quem levantar a taça no Catar em dezembro receberá 42 milhões de dólares (pouco menos que 40 milhões de euros, ou cerca de R$ 205 milhões).

Liverpool e Real Madrid definem quem fica com o título europeu da temporada - e com a bolada financeira da premiação da Uefa - em 28 de maio, sábado. A partida está marcada para começar às 16h (de Brasília), no Stade de France, em Paris.

Confira a premiação por cada etapa da Champions League

  • Participação na fase de grupos: 15,64 milhões de euros;
  • Vitória na fase de grupos: 2,8 milhões de euros por vitória;
  • Empate na fase de grupos: 930 mil euros por empate;
  • Classificação para as oitavas de final: 9,6 milhões de euros;
  • Classificação para as quartas de final: 10,6 milhões de euros;
  • Classificação para as semifinais: 12,5 milhões de euros;
  • Derrota na final: 15,5 milhões de euros;
  • Vitória na final: 20 milhões de euros.