PUBLICIDADE
Topo

Corinthians

Corinthians identifica torcedor que acendeu sinalizador durante o Majestoso

Torcida do Corinthians lota a Neo Química Arena para o clássico contra o São Paulo - Marcello Zambrana/AGIF
Torcida do Corinthians lota a Neo Química Arena para o clássico contra o São Paulo Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

Yago Rudá

Do UOL, em São Paulo

25/05/2022 18h07

Classificação e Jogos

O Corinthians informou hoje (25) que identificou o torcedor que acendeu um sinalizador no setor sul da Neo Química Arena durante o segundo tempo do clássico Majestoso, disputado no último domingo. O clube do Parque São Jorge o suspendeu de seu programa de sócio-torcedor e o baniu de entrar no estádio, pelo menos até o julgamento no STJD (Supremo Tribunal de Justiça Desportiva).

Na súmula da partida, o árbitro Wilton Pereira Sampaio relatou a paralisação do clássico aos 47 minutos do segundo tempo por conta dos sinalizadores nas arquibancadas de Itaquera. No documento, há também o registro dos cânticos homofóbicos de torcedores do Corinthians, e de moedas e um isqueiro arremessados no lateral Reinaldo, do São Paulo.

"Aos 47 minutos do segundo tempo, a partida ficou paralisada por 30 segundos devido a sinalizadores acesos pela torcida mandante. Após este período, os sinalizadores foram apagados e a partida prosseguiu normalmente. Após o término da partida, fomos informados pelo senhor Márcio de Luna, que se apresentou como gerente-geral da Neo Química Arena, que a Polícia Militar havia identificado e qualificado o torcedor responsável pelos sinalizadores. Até o fechamento da súmula não foi repassado nenhum documento relativo ao incidente", escreveu o árbitro em documento publicado no mesmo dia da realização do clássico Majestoso.

Preocupado com eventuais sanções do STJD, a diretoria do Corinthians corre atrás dos responsáveis pelos atos citados em súmula. O julgamento do clube do Parque São Jorge acontece em 40 dias e pode resultar em perdas financeiras, partidas em Itaquera com os portões fechados ou até mesmo a perda do mando de campo.

"Mais uma vez, lembramos que a presença da Fiel é essencial para o Timão em campo e pedimos aos torcedores que cooperarem com o Corinthians e com a administração da Neo Química Arena no sentido de evitar o risco de multas e de punições como perda de mando de jogo ou jogo com portões fechados. Não acendam sinalizadores ou quaisquer tipos de fogos de artifício, não arremessem objetos nem invadam o gramado e não gritem ou cantem mensagens racistas, homofóbicas ou ofensivas em geral", escreveu o Timão em nota.

Corinthians