PUBLICIDADE
Topo

Futebol

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Klein: 'Palmeiras não precisa acelerar etapas com o Endrick'

Do UOL, em São Paulo

22/05/2022 04h00

Os torcedores palmeirenses aguardam com ansiedade a chegada de 21 de julho. Neste dia, Endrick completa 16 anos e poderá assinar seu primeiro contrato profissional pelo Verdão. O jovem atacante gerou grande expectativa após sua destacada participação na campanha do inédito título da Copa São Paulo de Juniores deste ano. Apesar de toda a esperança depositada no garoto, ainda é preciso ter paciência para vê-lo atuar na equipe principal.

Na Live do Palmeiras, programa do UOL Esporte logo após as partidas do Verdão, os jornalistas Alicia Klein e Rodolfo Rodrigues conversaram sobre os próximos passos da carreira de Endrick e a expectativa para a chegada dele ao time profissional. Ambos recomendaram cautela à torcida, para que o jovem não queime etapas e frustre os palmeirenses.

"Ele é um garoto muito jovem. Precisamos sempre tomar cuidado, principalmente com as estrelas. Quando ele entrar em campo, mais do que qualquer outro jogador da base, não é só a torcida do Palmeiras que estará de olho nele. O mundo estará de olho nele. Vimos jornais europeus falando do Endrick durante a Copinha. É preciso tomar muito cuidado com ele, emocional e psicologicamente", aconselhou Klein.

Rodrigues também recomendou cautela para que Endrick não queime etapas e sua entrada no time de cima seja precipitada. "A grande prioridade do Palmeiras é fazer esse contrato com uma multa alta para ter tranquilidade de não perder uma joia que tem na mão. Acho muito cedo. É um jogador fora de série e fez uma Copinha brilhante. Mostrou muita qualidade e muitos o compararam ao Romário. Mas ele ainda vai fazer 16 anos. O menino precisa disputar campeonatos sub-20 e ganhar mais experiência na base e ele tem tempo para isso", observou o colunista do UOL.

Para Klein, o jovem atacante ainda precisa se desenvolver física e emocionalmente para enfrentar marcações duras. "Há também o lado físico. Ele estava atuando com outros garotos, e não contra caras mais cascudos, de 28, 30 anos, fortes. Ele será um jogador muito marcado. Na minha visão, Abel tomará muito cuidado com o Endrick. Se colocá-lo, será por pouco tempo, em partidas de pouca pressão. A torcida que pede as crias é a mesma que vai xingar e vaiar se as crias não entregarem dentro de campo. Talvez tenha uma paciência a mais, mas a expectativa será muito grande na hora em que um jogador desse nível entrar em campo", disse a colunista do UOL.

Rodrigues considera prematura a ideia de querer utilizar Endrick de cara no time profissional. "É meio exagerado colocá-lo agora, com 16 anos. O Palmeiras não tem um centroavante ideal, mas dá para esperar. Não é o momento de desespero. Se você colocar o menino, vai criar uma baita expectativa de que ele faça um, dois gols em várias partidas seguidas. Se isso acontecer, dirão que ele não é tudo isso. Pode queimar uma etapa importante e pesar o lado psicológico. Talvez um ano a mais na base não fará mal a ninguém", avaliou.

Na visão de Klein, o Verdão tem tempo para lapidar o talento de Endrick da forma mais adequada possível. "O Palmeiras não precisa acelerar essas etapas, por mais que esteja com elenco curto. Dá para tomar cuidado com as crias", finalizou.

Não perca! A próxima edição da Live do Palmeiras será na terça-feira (24), logo após a partida contra o Deportivo Táchira pela Libertadores. Você pode acompanhar a live pelo Canal UOL, no app Placar UOL, na página do Palmeiras no UOL Esporte ou no canal do UOL Esporte no Youtube.

Futebol