Topo

Ceni explica mudanças no intervalo e vê São Paulo melhor contra Corinthians

Brunno Carvalho

Do UOL, em São Paulo

22/05/2022 20h00

Classificação e Jogos

A volta do São Paulo para o segundo tempo da partida contra o Corinthians chamou a atenção por causa da decisão de Rogério Ceni de fazer três mudanças na equipe. O time tricolor tinha jogado melhor na primeira etapa, mas acabou levando o empate nos minutos finais da partida. Em entrevista coletiva, o treinador explicou a razão de ter tirado Reinaldo, Luciano e Igor Vinícius e colocado Patrick, Eder e Rafinha.

De acordo com Ceni, a decisão partiu por causa da mudança feita por Vítor Pereira. O português escalou o Corinthians em um esquema 3-4-3, mas voltou para o segundo tempo com uma linha de quatro defensores ao tirar o zagueiro Gil e colocar o atacante Adson.

"No primeiro tempo, viemos com uma linha de cinco, com três zagueiros, o Corinthians espelhou essa linha de cinco, fez três zagueiros. Para gente, era mais conveniente, porque o Arboleda ficava com o Jô centralizado, o Willian e Renato Augusto jogando mais por dentro, então eles não tinham pontas, não jogavam com jogadores abertos. Eram os três da frente jogando mais centralizado. Os nossos alas batiam com os alas deles", iniciou Ceni a explicação.

"No segundo tempo, quando eles colocam o Adson, abre o Willian e o Adson, na minha cabeça, a linha de quatro encaixava melhor nesse tipo de marcação, porque você já está com o seu lateral encaixado com os pontas adversários", prosseguiu.

Apesar do empate sofrido no segundo tempo, Rogério Ceni considerou que o São Paulo teve a melhor chance de conquistar a vitória na etapa final. Em um dos últimos lances, Igor Gomes cabeceou e parou na defesa de Cássio.

"Eu olhei todo o segundo tempo agora e não teve nenhuma chance real de gol. Teve o gol, que foi uma jogada com duas bolas entre linhas que nós tomamos, e bolas cruzadas na área, que afastamos a maioria. Eles tiveram mais volume, mas chances reais você não encontra nenhuma. Fizemos um primeiro tempo excepcional, poderíamos ter feito dois ou três gols, essa é a realidade do jogo. No segundo tempo, devido a mudança que eles fizeram, a linha de quatro, na minha concepção, funcionaria melhor. Eles tiveram maior volume, mas a grande chance do segundo tempo foi nossa. Uma pena não ter saído vitorioso hoje, acho que o São Paulo merecia".

O empate impediu que o São Paulo assumisse a liderança do Brasileirão. A equipe de Rogério Ceni está na terceira colocação com 12 pontos, dois a menos que o Corinthians, primeiro colocado. Na próxima rodada, o Tricolor recebe o Ceará, no sábado (28), às 19h (de Brasília). Antes disso, enfrenta o Ayacucho-PER, pela última rodada da fase de grupos da Copa Sul-Americana.

Confira outras declarações de Rogério Ceni em entrevista coletiva:

Sai com qual sentimento?

Quando você está à frente do placar, normalmente você sai frustrado [com o empate]. Quando está atrás do placar, você sai muito feliz. Hoje a gente sai chateado porque tínhamos até o minuto 36 a vitória e no minuto 47, a melhor oportunidade de matar o gol e sair feliz daqui. Não saímos felizes daqui porque estávamos à frente do placar.

Briga pelo título e previsão da temporada

Gostaria de poder te responder, mas com sete rodadas apenas não relata a verdade sobre o campeonato. A gente não consegue fazer uma previsão.

Pegamos um grupo na Sul-Americana que nos deu a oportunidade de poupar, nos deu energia. Mas temos que lembrar que o Sara não volta por muito tempo, Nikão sentiu essa lesão, vamos ter convocação, com Arboleda sendo ausência.

Se você quer jogar para construir, Igor [Gomes] e Nestor são ótimos para isso. Para substitui-los, só mudando o sistema. Neves e Pablo são mais defensivos. Vamos tentando nos ajustar, mas a tendência é que passando o jogo de quarta, todos os jogos serão decisivos. Aí você não tem o luxo de deixar passar um ponto aqui ou ali

Acredito que o mês de junho comece a ter dificuldades para a gente.

Se o time tem condições de fazer uma boa exibição hoje, é devido a tudo que foi feito até hoje, desde o paulistão. Última vez que o São Paulo veio aqui, nem chegou perto da vitória. Então tivemos uma evolução.

Possíveis vendas na janela de transferências

Calleri vai ser comprado, tenho certeza. É um jogador que não é um custo absurdo. Pode estar com problemas financeiros, mas tem força. No momento certo o Calleri vai ficar com a gente. É muito importante, o time joga muito em função dele. É um jogador de área, faz gols. O São Paulo é importante para ele, tenho certeza de que o São Paulo vai ter.

Converso com a direção como um todo. O São Paulo é assim. Vai ter uma venda do Antony que vai entrar um bom dinheiro, arrecadou mais de 40 milhões nas vendas que aconteceram agora [Volpi e Marquinhos]. Pode ser que o São Paulo precise vender um jogador, e não deveria vender um jogador por menos de dois dígitos.

Temos que ter uma programação. Vamos nos antecipar para achar no mercado algum jogador que possa fazer a função daquele que será vendido. Alguns jogadores são chaves, se eles saírem sem reposição, também teremos uma queda.

Se o São Paulo terminasse líder hoje, estaríamos felizes, tabu quebrado, eu responderia da mesma maneira. Sete rodadas. Cada um tem um poder aquisitivo, vendas de meio do ano, isso pode mudar completamente o campeonato.

O São Paulo é time para vender jogador acima de 10 milhões de euros. Ok, temos que pensar, planejar e ir em uma Série B trazer uma peça de reposição. O São Paulo formou grande time com jogadores do Goiás. Precisamos de desejo, alma e vontade, não de nome. E ter programação com antecedência.

Luan nem relacionado para o jogo

O Luan estava relacionado, eu precisava cortar dois jogadores, porque estava com Rigoni e Patrick com incômodos. Para o estilo de jogo que viemos aqui, de volantes jogando lado a lado, o Neves e o Pablo se encaixam melhor que o Luan. Luan é para jogar no 1 do sistema, defendendo a linha de zagueiros. Ele teve uma lesão séria.

Se for para jogar com um volante, ele é o melhor para fazer essa função. Mas para ele ainda pesa um pouco para ele fazer essa movimentação. Eu quero muito que o Luan jogue, volte a render como ele rendia, porque se ele render como rendia antes, dificilmente alguém vai tomar a posição dele.

Ele tem se esforçado, mas é uma coisa que ainda não aconteceu. Ele vai ter que se dedicar mais, trabalhar mais. Todo mundo gosta, quer ver todos bem. Mas ele precisa adquirir essa mobilidade para tomar conta do meio de campo como ele tomou no ano passado.

Melhora fora de casa

Eu comecei a trabalhar esse time antes do jogo contra o Wilstermann. Comecei a trabalhar na terça o sistema. Acho que foi uma opção que encontramos para um jogo com um time do nosso nível.

Foi a melhor atuação fora de casa. Fomos mal contra o Flamengo, não jogamos uma grande partida contra o Fortaleza, fizemos um bom jogo contra o Bragantino.

Hoje, contra um grande adversário, dominamos o jogo no primeiro tempo. Minimizamos as chances de ter erro. Tivemos uns oito escanteios no primeiro tempo.

Estilo de jogo

Não viemos para jogar de contra-ataque, porque não temos jogadores para isso. Nikão estaria aqui, mas o tornozelo dele inchou e não pôde ser relacionado. O Rigoni teve amigdalite, não treinou, não sabia se vinha para o jogo de hoje.

Não podemos jogar por contra-ataque. Tentamos entrar com Rafinha porque tem mais controle, uma linha de quatro porque eram três jogadores de frente e tentar ter controle de jogo. Quando você está ganhando e faz alguma alteração e você sofre o gol, é natural que as pessoas falem que mexeu mal.

Atuação do Cássio

Na minha opinião, ele foi o cara mais diferente no jogo. Ele fez a defesa do Alisson, cabeçada do Calleri, defesa do Igor. Ele fez uma boa partida. Quando meu time é inferior... passamos vergonha com o Juventude lá. Mas hoje nosso time foi superior. Viemos aqui, jogamos bem e infelizmente não saímos com a vitória. Na minha opinião, o melhor jogador foi o Cássio.

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Ceni explica mudanças no intervalo e vê São Paulo melhor contra Corinthians - UOL

Obs: Link e título da página são enviados automaticamente ao UOL

São Paulo