PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte vê TV

Neto leva bolo para 'parabenizar' Luan por um ano sem gols no Corinthians

Bolo levado por Neto para "parabenizar" seca de Luan no Corinthians faz alusão ao pé de rato - Reprodução
Bolo levado por Neto para "parabenizar" seca de Luan no Corinthians faz alusão ao pé de rato Imagem: Reprodução

Do UOL em São Paulo

20/05/2022 15h38

O apresentador Neto, de Os Donos da Bola, ironizou a seca de Luan, que está há um ano sem fazer gols no Corinthians, de uma maneira bem irreverente. O ex-jogador levou ao programa desta sexta-feira (20) um bolo estilizado para "parabenizar" o meia-atacante pela marca nada louvável.

O bolo conta com um apoio em formado de pé, mas os dedos foram etilizados em formato de ratos. "Mostra o pezinho de rato do Luan", pediu o apresentador. "Tem uns negocinhos vermelhos", disse se referindo aos olhos dos roedores.

"Tem o bolo também de um ano. Um ano sem fazer gols. Parabéns. 800 paus por mês [o salário de Luan é de R$ 700 mil]. Olha como ele está cansando. Até na foto ele está cansado", falou em referência ao retrato de Luan no topo do bolo, que também tem uma placa com a inscrição: "Troféu Pé de Rato".

Neto também falou de um período de seca que teve no Corinthians, quando era jogador. "Eu já fiquei cinco, seis jogos. Uma vez eu fiquei dez jogos sem fazer gol no Corinthians. [Me chamaram de] Mercenário, viraram meu carro, bateram em mim. O cara está há um ano sem fazer gol. Um ano dá para fazer dois filhos porque um pode nascer de seis meses", disse o apresentador.

A última vez que Luan balançou as redes foi em 20 de maio de 2021, em jogo contra Sport Huancayo-PER, pela Copa Sul-Americana. Atualmente, ele se recupera de lesão e ainda não entrou em campo sob o comando do técnico Vítor Pereira.

Luan foi contratado em dezembro de 2019 pelo Corinthians que comprou 50% dos direitos do jogador por R$ 28,95 milhões. Deste valor, que além do dinheiro repassado ao Grêmio, inclui luvas, comissões e outros custos da operação, apenas metade foi pago, ou seja, cerca R$ 14,5 milhões ainda estão pendentes. Ainda há o custo com o salário do atleta, estimado em R$ 700 mil mensais.

UOL Esporte vê TV