PUBLICIDADE
Topo

Paris Saint-Germain

Mbappé entre PSG e Real é uma das grandes novelas do esporte; lembre outras

Kylian Mbappé e a grande decisão de sua carreira: ficar no PSG ou ir para o Real Madrid - Aurelien Meunier/Getty Images
Kylian Mbappé e a grande decisão de sua carreira: ficar no PSG ou ir para o Real Madrid Imagem: Aurelien Meunier/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

20/05/2022 12h26

Afinal, Kylian Mbappé vai ou fica no Paris Saint-Germain? A indefinição sobre o futuro do francês movimenta o mercado da bola há vários meses, ele até já enfrentou o time favorito a contratá-lo, mas até agora nada de definição. A imprensa francesa publica que o camisa 7 deve anunciar sua decisão nos próximos dias.

O jogador de 23 anos tem sido especulado no Real Madrid desde o ano passado, e não sem motivo. Ele se recusou a assinar renovação de contrato com o PSG e ficou livre para sair de graça, no mês que vem. Desde então, tem dado sinais de que quer mudar de ares: revelou que pediu para deixar seu clube; depois lançou livro reforçando desejo de defender o Real. A negociação voltou a ser assunto quente na janela de transferências de janeiro, depois esfriou com o sorteio justamente de PSG x Real Madrid nas oitavas da Champions League.

Agora não tem mais jeito: finalmente Mbappé vai decidir por PSG ou Real Madrid —ou quem sabe um terceiro clube, o que parece improvável a esta altura. A novela ficou tão longa que já é comparável a outras especulações históricas do esporte. O UOL Esporte relembra algumas abaixo.

Bebeto e o chapéu do Vasco

Bebeto, ex-atacante do Vasco da Gama - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

Bebeto era cria do Flamengo e havia marcado o gol do título brasileiro em 1987, mas um desacerto sobre salários o deixou descontente a ponto de ir para o Vasco da Gama. O presidente rubro-negro da época diz que o pedido do atacante era alto de mais, já Bebeto argumenta que não foi bem assim, que nunca quis sair, mas se sentiu desvalorizado e aceitou a transferência. Ele chegou a se arrepender dias depois, mas já era tarde, e até hoje tem flamenguista irritado com isso até hoje.

Luís Figo e a traição ao Barça

Luis Figo em sua apresentação como camisa 10 do Real Madrid, em 2000 - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

O português havia chegado ao Barcelona como uma oportunidade de mercado, foi escudeiro de Ronaldo e Rivaldo e tornou-se um dos melhores do mundo, mas em 2000 foi jogar justamente no maior rival, o Real Madrid. Foi o golpe de mestre do então candidato à presidência Florentino Pérez, que amarrou um contrato inovador: se fosse eleito, Figo mudava de clube; se não fosse, pagava alguns milhões ao jogador e tudo ficava por isso mesmo. Se Figo desistisse, teia que pagar multa de 22 milhões de euros. Foi este acordo que permitiu a Pérez prometer a contratação do craque durante a campanha, o que impulsionou suas chances. Semanas depois, após muita especulação, ele foi eleito e Figo, contratado. O sorriso amarelo do jogador em sua apresentação diz muita coisa.

Nilmar é ou não do Corinthians?

Nilmar é apresentado pelo Corinthians em 2005 - Fernando Santos/Folha Imagem - Fernando Santos/Folha Imagem
Imagem: Fernando Santos/Folha Imagem

Campeão brasileiro em 2005, Nilmar era muito querido pela torcida do Corinthians e foi contratado em definitivo junto ao Lyon (FRA), no ano seguinte. Acontece que o clube não pagou uma parcela, e a situação virou um imbróglio daqueles, com envolvimento da Justiça do Trabalho e da Fifa. Também criou uma crise interna entre o clube e a MSI: o técnico Leão botou a culpa em Kia Joorabchian, que rebateu dizendo que o treinador não sabia trabalhar com estrelas. Depois de duas lesões no joelho, o atacante saiu de graça para voltar ao Internacional em 2007. Após decisão da Fifa, o Corinthians teve que se virar para pagar os franceses.

LeBron James e a decisão ao vivo

Em 2010, LeBron James decidiu o futuro de sua carreira na NBA em programa de TV - Larry Busacca/Getty Images - Larry Busacca/Getty Images
Imagem: Larry Busacca/Getty Images

O astro da NBA levou as negociações a outro nível em 2010, quando estava livre no mercado após sete anos de Cleveland Cavaliers. Foram meses de especulação. Ele ouviu propostas de seis times e anunciou sua decisão na televisão, ao vivo: o Miami Heat. "Vou levar meus talentos para South Beach", afirmou, em frase que virou bordão nos EUA. No novo time ele chegou a quatro finais e venceu duas.

O que fazer com Pato?

Alexandre Pato se lamenta durante a partida entre Corinthians e Atlético-MG - Alan Morici/Brazil Photo Press/LatinContent/Getty Images - Alan Morici/Brazil Photo Press/LatinContent/Getty Images
Imagem: Alan Morici/Brazil Photo Press/LatinContent/Getty Images

A chegada de Alexandre Pato ao Corinthians não chegou a ser uma novela —foi até surpreendente para muita gente. A saída, no entanto, se arrastou por anos. O atacante havia sido contratado em janeiro de 2013 por R$ 40 milhões, mas em um ano a aposta já se mostrava errada. Ele foi envolvido em uma troca por empréstimo com o São Paulo, por Jadson, depois foi emprestado ao Chelsea, onde praticamente não jogou, e por fim vendido ao Villarreal em 2016. Além dos mais de R$ 60 milhões de prejuízo ao Corinthians, Pato também custou a paciência de muitos torcedores, afinal cada uma das negociações foi uma

As duas novelas de Arrascaeta

Arrascaeta durante partida do Flamengo contra o Bangu pelo Campeonato Carioca - Jorge Rodrigues/AGIF - Jorge Rodrigues/AGIF
Imagem: Jorge Rodrigues/AGIF

"Agora eu sou Mengão", anunciou Arrascaeta em janeiro de 2019, após semanas de negociação e ausências seguidas a treinos do Cruzeiro. O meia se irritou com o vazamento de seu número de telefone e se sentiu intimidado pela diretoria celeste, que fez jogo duro para liberá-lo. No fim, o uruguaio custou 15 milhões de euros ao Flamengo e virou a maior compra da história do futebol brasileiro. Ele ainda seria protagonista de uma segunda novela no Fla, a da renovação, que só terminou em janeiro deste ano, com um novo contrato até dezembro de 2026.

Em qual time Mbappé vai jogar na próxima temporada?

Resultado parcial

Total de 40 votos
32,50%
67,50%
Total de 40 votos

Paris Saint-Germain