PUBLICIDADE
Topo

Futebol

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

'Se perder do Goiás, a situação ficará caótica no Flamengo', diz Marques

Colaboração para o UOL, do Recife

20/05/2022 17h00

Classificação e Jogos

O Flamengo enfrenta o Goiás amanhã (21), às 16h30, no Maracanã, em meio a uma crise generalizada. O capítulo mais recente foi o conflito entre o técnico Paulo Sousa e o goleiro Diego Alves. Ontem, as partes se reuniram com membros da diretoria e representantes do elenco, mas não houve resolução. A expectativa é que o técnico português e a direção rubro-negra se pronunciem na entrevista coletiva após a partida.

Na Live do Danilo e do Vitão, transmitida pelo UOL Esporte toda segunda, quarta e sexta às 15h, os jornalistas Danilo Lavieri, Vitor Guedes e Letícia Marques debateram a ebulição no Flamengo. Setorista do Fla, Marques afirmou que uma eventual derrota para o Goiás desestabilizaria de vez o ambiente no clube e criticou o silêncio de membros da diretoria nos momentos de crise.

"O Flamengo vendeu mais de 40 mil ingressos para o jogo de amanhã, se perder do Goiás, a situação será caótica no Ninho do Urubu. A minha visão é que o Braz, que é vice-presidente da pasta, e o Landim, que é o presidente, já tinham que ter falado em alguns momentos."

A jornalista listou três momentos recentes em que, na sua opinião, a diretoria do Flamengo deveria ter se pronunciado de forma pública. Em vez disso, os principais dirigentes do clube têm optado pelo silêncio.

"Depois da matéria do Renato Maurício Prado com o Jorge Jesus alguém tinha que vir a público para falar alguma coisa. Conversei com Braz e ele não quis falar oficialmente, disse que falaria depois da entrevista do Jesus à Globo, só que até hoje o Braz não falou. A gente tenta um posicionamento da diretoria, mas ninguém fala. Nem Braz, nem Landim, nem Spindel, fica todo mundo calado", disse Marques.

"O episódio do Jesus foi marcante, precisava vir a público, depois teve a votação da off-Rio, que repercutiu muito no ambiente no Flamengo, e agora essa crise do Diego Alves, que não é a primeira que ele faz isso no clube, teve inclusive com o Dorival. É uma situação recorrente, três momentos em sequência que a diretoria deveria vir a público falar alguma coisa, mas não veio e não falou", completou a setorista do UOL.

Não bastasse o ambiente conturbado, o Flamengo ocupa a 16ª colocação do Brasileirão, a uma posição da zona de rebaixamento com apenas 33% de aproveitamento. São seis pontos em seis jogos, com apenas uma vitória na competição.

A próxima edição da Live do Danilo e do Vitão será na segunda (23). Você pode acompanhar a live pelo Canal UOL, no app Placar UOL, na página do UOL Esporte ou no canal do UOL Esporte no Youtube.

Futebol