PUBLICIDADE
Topo

Corinthians

Luan completa um ano sem fazer gol pelo Corinthians; VP ainda aposta nele?

Luan lamenta chance perdida pelo Corinthians na partida contra o Ceará - Kely Pereira/AGIF
Luan lamenta chance perdida pelo Corinthians na partida contra o Ceará Imagem: Kely Pereira/AGIF

Yago Rudá

Do UOL, em São Paulo

20/05/2022 04h00

Classificação e Jogos

Jogador mais caro do Corinthians, de acordo com os números do último balanço divulgado pelo clube, Luan completa, hoje (20), um ano desde o seu último gol com a camisa alvinegra, anotado diante do Sport Huancayo-PER, pela Copa Sul-Americana, ainda antes da chegada do ex-técnico Sylvinho. Atualmente, o meia-atacante está em processo de transição física do departamento médico para os gramados, mas ainda nem sequer entrou em campo com Vítor Pereira.

Em dezembro de 2019, a diretoria corintiana acertou a compra de 50% dos direitos de Luan por R$ 28,95 milhões. Deste valor, que além do dinheiro repassado ao Grêmio, inclui luvas, comissões e outros custos da operação, apenas metade foi pago, ou seja, cerca R$ 14,5 milhões ainda estão pendentes. Ainda há o custo com o salário do atleta, estimado em R$ 700 mil mensais.

A última vez que o camisa 7 entrou em campo pelo Corinthians foi em 19 de fevereiro, contra o Botafogo-SP, pelo Paulistão, quando o interino Fernando Lázaro ainda estava no comando da equipe. Daí em diante, Luan ficou esquecido no banco de reservas e não teve nem um minuto sequer com a nova comissão técnica.

Em sua apresentação no Corinthians, o técnico português foi questionado sobre os planos para Luan no elenco e informou que o meia-atacante dependeria apenas de si para ter espaço. Era preciso recuperar a confiança e a vontade de se provar no clube do Parque São Jorge.

"Quando estamos em recuperação, dependemos de nós próprios para recuperar. A força do caráter de uma pessoa é muito mais uma força que vem dentro do que de fora. O Luan precisa se encontrar com ele mesmo, e acreditar nele mesmo. Conheço ele há muitos anos, já tive para levá-lo à Europa. Ele tem que fazer isso, tem muita qualidade. As pessoas estão para ajudá-lo, não só ele como todos", afirmou Vítor Pereira, em dia 4 de março.

Além do desempenho de Luan ter sido abaixo dos demais nos treinamentos, o meia passou a sofrer com dores na região do quadril e precisou receber infiltração para conter o incômodo. O problema, embora não seja considerado complexo, tirou o jogador dos treinamentos por mais de duas semanas.

Na última janela de transferências, encerrada na segunda quinzena de abril, o camisa 7 recebeu sondagens de clubes das Séries A e B do Brasileirão. As conversas, no entanto, não avançaram, já que não houve interessados em pelo menos dividir os pagamentos de salários com o Corinthians. A nova janela será aberta apenas em 18 de julho.

Somados, os fatores fazem com que a situação do atleta no CT Joaquim Grava seja encarada como um problema interno, embora não haja reclamação nem relatos negativos da conduta profissional. Recuperado do problema no quadril, o camisa 7 deve ser reintegrado nos próximos dias aos treinos com bola e, mais uma vez, reiniciar a busca por uma vaga, ao menos, entre os reservas.

Corinthians