PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Ex-São Paulo, Bauza tem Alzheimer em estágio avançado, diz jornalista

Treinador, hoje com 64 anos, comandou o São Paulo em 2016 e deixou o clube após um convite da seleção da Argentina - William Volcov/Brazil Photo Press/LatinContent via Getty Images
Treinador, hoje com 64 anos, comandou o São Paulo em 2016 e deixou o clube após um convite da seleção da Argentina Imagem: William Volcov/Brazil Photo Press/LatinContent via Getty Images

Do UOL, em São Paulo

19/05/2022 22h06Atualizada em 19/05/2022 22h15

Aposentado oficialmente do futebol há menos de um ano, o técnico argentino Edgardo Bauza foi diagnosticado com Alzheimer. A informação é do jornalista Juan Manuel "Bambino".

De acordo com o profissional da ESPN da Argentina, o treinador de 64 anos, que comandou o São Paulo em 2016 e é conhecido por "Patón", tem um estágio avançado da doença.

A declaração foi feita em um depoimento ao site Cielo Sports e surgiu quando Bambino falava sobre a saúde de Carlos Bilardo, outro ex-técnico argentino.

"Bilardo está consciente. Não está passando tão mal como Edgardo Bauza, que tem alzheimer muito avançado e que, hoje, está com a saúde complicada", disse o jornalista.

"O Patón começou a piorar depois da Copa da Argentina. Somos seres muito frágeis. Hoje ele vive um pouco em Quito e um pouco em Rosário. As cores e até a ordem das refeições estão confusas", prosseguiu Bambino.

Bicampeão da Libertadores (com a LDU em 2008 e com o San Lorenzo em 2014), Bauza saiu do São Paulo no mesmo ano em que iniciou o trabalho. Ele optou por deixar o Brasil após receber um convite da seleção da Argentina.

Na equipe de Messi e companhia, Patón não conseguiu bons resultados e teve projeto interrompido depois de apenas oito jogos.

Ele ainda treinou as seleções da Arábia Saudita e dos Emirados Árabes antes de realizar o seu último trabalho no futebol sob comando do Rosário Central, equipe em que iniciou sua carreira, em 2018.

Aposentadoria repentina

Em setembro do ano passado, Bauza anunciou sua aposentadoria do futebol "em silêncio e sem aparecer".

A retirada do treinador foi informada por Gustavo Lescovich, seu agente de longa data. O jornal "Olé" publicou que os motivos foram "questões de saúde", informação confirmada por Tales Torraga, colunista do UOL Esporte.

Trajetória no São Paulo

Bauza saiu do São Paulo para comandar a seleção argentina em 1º de agosto de 2016. Patón deixou o time na 10ª colocação no Campeonato Brasileiro, com 23 pontos em 17 rodadas, aproveitamento de 45% dos pontos.

O argentino ganhou a confiança da torcida durante a Copa Libertadores, quando levou o time do Morumbi às semifinais.

No Campeonato Paulista, o São Paulo perdeu para o Audax Osasco nas quartas de final.

Patón se despediu do São Paulo depois de 48 partidas. Foram 18 vitórias, 13 empates e 17 derrotas, um aproveitamento de aproximadamente 46,5% dos pontos.

Futebol