PUBLICIDADE
Topo

Libertadores - 2022

Indisciplinado? Cartões custam quase R$ 50 mil ao Corinthians na Liberta

Cantillo foi expulso durante o 2° tempo de Boca Juniors x Corinthians, jogo válido pela Libertadores - Agustin Marcarian/Reuters
Cantillo foi expulso durante o 2° tempo de Boca Juniors x Corinthians, jogo válido pela Libertadores Imagem: Agustin Marcarian/Reuters

Yago Rudá

Do UOL, em São Paulo

18/05/2022 04h00

Classificação e Jogos

O Corinthians registrou ontem (17), no empate por 1 a 1 com o Boca Juniors, um número elevado de cartões. Além das expulsões de Cantillo e Vítor Pereira, o Timão ainda recebeu outros seis amarelos durante os 90 minutos na Bombonera. O regulamento da Conmebol prevê uma espécie de multa pelas advertências e, considerando todos os 18 cartões levantados ao Alvinegro nesta edição da Copa Libertadores, o clube do Parque São Jorge soma uma 'dívida' de quase R$ 50 mil.

De acordo com a Conmebol, cada cartão amarelo na fase de grupos da Copa Libertadores custa US$ 400 (R$ 1.986,80 na cotação atual), os vermelhos saem por US$ 1.500 (R$ 7.450,50). Conforme a competição for avançando, os valores também passam a ser mais caros.

Na final, por exemplo, os cartões amarelos ficam por US$ 2 mil (R$ 9.943,00) e as expulsões por vermelhos US$ 4 mil (R$ 19.868,00).

Considerando a passagem de Vítor Pereira pelo Corinthians, a equipe não costuma ser faltosa ou desleal. No Campeonato Brasileiro, a média de cartões do Timão é de 2,66 por jogo, enquanto na Copa Libertadores o número sobe para 3,6 por partida. Analisando apenas os dois confrontos diante do Boca Juniors, no Brasil e na Argentina, o número sobe para 6,5.

A estatística acende um sinal de alerta no Parque São Jorge, sobretudo porque a equipe está com a vaga às oitavas de final do torneio continental encaminhada. Em um possível mata-mata, a desconcentração em momentos importantes dos jogos pode pesar negativamente ao Corinthians, assim como ocorreu em participações anteriores na Copa Libertadores.

O zagueiro Raul Gustavo, por exemplo, recebeu ontem o terceiro cartão amarelo ao reclamar com o árbitro uruguaio Nicolas Taran e cumprirá suspensão na partida da próxima quinta (26), contra o Always Ready, na Neo Química Arena. O volante Cantillo e o técnico Vítor Pereira, expulsos, completam a lista de baixas.

Além deles, Renato Augusto e João Victor vão para o duelo diante dos bolivianos pendurados e, caso sejam advertidos com o cartão amarelo, não jogam o primeiro jogo de uma possível oitavas de final.

Importante ressaltar que a Conmebol zera a contagem dos cartões a partir do mata-mata, porém se um atleta recebeu o terceiro amarelo na última partida da fase de grupos, precisa cumprir suspensão no jogo seguinte.

Os cartões do Corinthians na Copa Libertadores:

Amarelos

Raul Gustavo (3)

João Victor (2)

Renato Augusto (2)

Du Queiroz

Fagner

Gil

João Pedro

Paulinho

Gustavo Mantuan

Fábio Santos

Robson Bambu

Vermelhos

Vítor Pereira

Cantillo

Veja mais sobre o tema e notícias do dia no UOL News Esporte: