PUBLICIDADE
Topo

Paris Saint-Germain

Jornal: Meia do PSG boicotou partida para não usar camisa contra homofobia

Jogadores do PSG comemoram gol marcado por Messi na goleada por 4 a 0 sobre o Montpellier, pelo Campeonato Francês - John Berry/Getty
Jogadores do PSG comemoram gol marcado por Messi na goleada por 4 a 0 sobre o Montpellier, pelo Campeonato Francês Imagem: John Berry/Getty

Do UOL, em São Paulo

16/05/2022 10h11

Classificação e Jogos

Já campeão, o PSG goleou o Montpellier por 4 a 0 no último sábado (14), pelo Campeonato Francês. No entanto, um acontecimento extracampo também acabou repercutindo na imprensa internacional. Acontece que o meio-campista Idrissa Gueye, que foi ausência de última hora, teria boicotado a partida para não atuar com uma camisa com detalhe de arco-íris.

De acordo com a emissora 'RMC Sport', o jogador não quis jogar vestindo a camisa que faz parte da campanha do torneio contra a homofobia. Contatados pela mídia francesa, representantes do senegalês não quiseram se pronunciar sobre a ausência do atleta no duelo.

A iniciativa foi implementada pela Ligue 1 em 2019, em apoio à comunidade LGBTQ+. Nos jogos próximos ao Dia Mundial contra a Homofobia, 17 de maio, as equipes atuam com a numeração contendo as cores do arco-íris, símbolo da comunidade.

Gueye viajou com a delegação da equipe para o confronto, mas foi cortado de última hora sem motivo oficial. Na coletiva de imprensa pós-jogo, o técnico Mauricio Pochettino descartou lesão e disse que o jogador não atuou por "motivos pessoais".

"Idrissa viajou para Montpellier, mas por motivos pessoais teve que deixar a súmula. Mas ele não se machucou", afirmou o comandante do PSG.

Ausência pela segunda vez

Essa não foi a primeira vez que Gueye não atuou em uma partida do PSG com essa campanha. De acordo com a imprensa da França, ele também foi ausência no confronto do ano passado com a ação contra a homofobia.

Na época, o motivo oficial para o desfalque do meio-campista foi gastroenterite. Os representantes do jogador negaram um boicote na ocasião, mas o fato já tinha levantado rumores no país.

Na última quinta-feira (12), Gueye participou de um evento beneficente da associação 'For Hope', da qual ele é cofundador, com o intuito de angariar recursos para financiar projetos de caridade. O evento contou com a presença de outros jogadores do PSG.

Paris Saint-Germain