PUBLICIDADE
Topo

Brasileirão - 2022

Botafogo vira no final sobre o Fortaleza e entra no G-4 do Brasileiro

Leo Burlá

Do UOL, no Rio de Janeiro

15/05/2022 20h02

Classificação e Jogos

Em jogo marcado por equilíbrio no Nilton Santos, o Botafogo venceu o Fortaleza por 3 a 1, hoje (15), em duelo válido pelo Campeonato Brasileiro. Moisés abriu o placar para o Leão, Erison deixou tudo igual e Patrick de Paula, de falta, virou aos 43 minutos do segundo tempo. Daniel Borges ampliou aos 48 e selou a festa.

Os visitantes jogaram com um a menos desde o final do primeiro tempo, já que Ceballos foi expulso após levar o segundo cartão amarelo. O Bota não mostrou repertório para criar possibilidades e o Leão seguiu organizado mesmo com a desvantagem numérica. Quando a partida se encaminhava para o fim, Patrick, que entrou na etapa final, marcou o gol que mudou o rumo do duelo. Com o resultado, o Alvinegro entrou no G-4.

No próximo sábado (21), o Bota visita o América-MG, 21h, no Independência. O Leão, por sua vez, tem missão pela Libertadores. Na quarta (18), a equipe encara o Alianza (PER), 23h, no Estádio Nacional de Lima.

Quem foi bem: Erison briga muito
Erison - Jorge Rodrigues/AGIF - Jorge Rodrigues/AGIF
Imagem: Jorge Rodrigues/AGIF

Mesmo sem receber muitas bolas, o atacante Erison se entregou para abrir espaços e participar do jogo. "El Toro" deixou sua marca, teve um gol anulado após revisão do VAR e brigou muito entre os zagueiros do adversário.

Quem foi mal: Ceballos prejudica o Leão

Após levar um amarelo por retardar uma cobrança de lateral, Ceballos levou a segunda advertência e foi expulso por falta em Saravia, o que fez com que o Leão jogasse com um a menos desde os 39 minutos do primeiro tempo. Com o lado esquerdo de defesa fragilizado, o Botafogo forçou ainda mais o jogo por lá e Victor Sá levou muito perigo.

Vaias! Torcida pega no pé de Benevenuto

Ex-jogador do Bota, o zagueiro Marcelo Benevenuto foi marcado pela torcida no Nilton Santos. O defensor conviveu com vaias após cada toque na bola e muitos xingamentos. Ele deixou o clube muito desgastado com o torcedor e experimentou a ira dos alvinegros no Nilton Santos.

Botafogo: dificuldade na criação e gols no fim

O Botafogo se entregou de corpo e alma em busca da vitória, mas o time teve dificuldade na criação no Nilton Santos. Com Lucas Fernandes e Tchê Tchê em tarde sem brilho, o Bota dependeu das escapadas de Diego Gonçalves e Victor Sá. Sá, que foi uma das boas figuras em campo, contou com o apoio de Saravia para levar perigo, especialmente pelo lado direito de ataque. Ansioso, o time errou muitos passes e Erison teve de se virar para conseguir criar possibilidades. No final, a equipe teve a luta premiada pelo gol de Patrick e de Daniel Borges.

Fortaleza: time mostra variações, mas sofre castigo

Apesar do empate e da manutenção da última colocação no Brasileiro, o Fortaleza mostrou um cardápio variado de possibilidades na partida. O time soube construir o jogo, mas também entendeu a hora de chamar o Bota para tentar os contra-ataques. Com um a menos desde o primeiro tempo, a equipe não se desorganizou, seguiu agredindo o rival e não se limitou a defender o resultado. Quando tentava administrar o jogo, Patrick fez o gol que mudou a história do jogo.

Inacreditável!

Aos 8 do segundo tempo, o Botafogo levou vantagem após uma roubada de bola, Victor Sá partiu livre pela direita e cruzou para Erison. "El Toro" escorregou antes de a bola chegar, levantou a tempo, mas parou em Marcelo Boeck.

Cronologia

Aos 13 minutos do primeiro tempo, Moisés completou para o gol. O assistente anotou impedimento, mas o VAR revisou o lance e confirmou o gol. Aos 41, Cuesta cruzou e Erison se antecipou para cabecear e empatar. Aos 9 do segundo tempo, Erison virou o placar, mas o VAR apontou impedimento do atacante na revisão. Aos 43 minutos do segundo tempo, Patrick de Paula bateu falta, a bola desviou na barreira e entrou. Aos 48, Daniel Borges ampliou.

Astro pop

Antes de a bola rolar, John Textor, investidor do Botafogo, testou sua popularidade no Nilton Santos. Cada vez mais adorado pelos alvinegros, o americano foi ovacionado e interagiu com a torcida que estava na arquibancada.

Festa na arquibancada

Em lua de mel com seu torcedor, o Botafogo vai incrementando a festa na entrada do time em campo. Hoje, chamas, fumaça preta e branca, fitas e um mosaico receberam a equipe antes de a partida começar.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO X FORTALEZA

Competição: Campeonato Brasileiro
Local: Estádio Nilton Santos
Dia: 15 de maio de 2022, domingo
Horário: 18h (horário de Brasília)
Árbitro: Jefferson Ferreira de Moraes (GO)
Assistentes: Alessandro Alvaro Rocha de Matos (BA) e Fabricio Vilarinho da Silva (GO)
VAR: Daiane Caroline Muniz dos Santos (SP)
Gols: Moisés, aos 13 minutos do primeiro tempo; Erison, aos 41 minutos do primeiro tempo; Patrick de Paula, aos 43 minutos do segundo tempo
Cartões amarelos: Ceballos (FOR); Diego Gonçalves, Kanu, Patrick de Paula (BOT)
Cartões vermelhos: Ceballos (FOR)

Botafogo: Gatito Fernández; Saravia (Hugo), Kanu, Cuesta e Daniel Borges; Oyama, Tchê Tchê (Patrick de Paula) e Lucas Fernandes (Chay); Victor Sá, Diego Gonçalves (Vinícius Lopes) e Erison. Técnico: Luís Castro

Fortaleza: Marcelo Boeck; Tinga, Marcelo Benevenuto e Ceballos; Yago Pikachu, Felipe, Hércules, Lucas Lima (Renato Kayzer) e Lucas Crispim (Igor Torres); Moisés (Juninho Capixaba) e Silvio Romero (Romero). Técnico: Juan Pablo Vojvoda