PUBLICIDADE
Topo

Botafogo

Luís Castro roda elenco e encontra boas opções no elenco do Botafogo

Técnico Luís Castro, do Botafogo, na partida contra o Flamengo - Vítor Silva/Botafogo
Técnico Luís Castro, do Botafogo, na partida contra o Flamengo Imagem: Vítor Silva/Botafogo

Colaboração para o UOL, em São Paulo

13/05/2022 04h00

Classificação e Jogos

Luís Castro armou o Botafogo recheado de reservas para encarar o Ceilândia. Além de vencer sem dificuldades por 3 a 0, a partida de ontem (12), na terceira fase da Copa do Brasil, mostrou ao treinador que o elenco do Glorioso tem peças importantes e que podem ser muito úteis ao longo da temporada.

Em relação ao triunfo sobre o Flamengo, no último domingo (8), apenas o lateral direito Saravia e o zagueiro Kanu foram mantidos. No entanto, ambos os defensores saíram de campo ainda no intervalo no Nilton Santos.

Tanto contra o Rubro-Negro como no embate contra o Ceilândia, o Glorioso mostrou ser uma equipe bem distribuída em campo, que sabe a hora certa de atacar e também é pouco ameaçada. Carli, que se tornou o estrangeiro que mais atuou pelo clube, com 181 jogos, mostrou segurança e que pode continuar sendo utilizado no restante da temporada.

Ainda no setor defensivo, o último jogo serviu para promover as estreias do lateral esquerdo Niko Hämäläinen, finlandês de 25 anos, e do zagueiro Klaus. Ambos são reforços que chegaram ao clube no período da venda para SAF.

No meio-campo, o grande destaque é para Patrick de Paula. O atleta lembrou um pouco do bom futebol que apresentou quando iniciou sua carreira no Palmeiras. Sem precisar ajudar muito na marcação, já que o adversário pouco ameaçou, o jogador mostrou intensidade, excelente passe e uma ótima visão de jogo. Entrando na área adversária, marcou o primeiro gol da equipe na etapa final e teve uma boa chance para anotar o segundo, no começo do segundo tempo.

Chay, mente pensante, e Diego Gonçalves, buscando muito a diagonal, também agregaram bastante ao poderio ofensivo do time de General Severiano e mostraram ao comandante que podem ser úteis.

Matheus Nascimento vem conquistando seu espaço no time. No clube desde criança, o atacante esbanja talento e uma noção de posicionamento muito boa. Ainda comete alguns equívocos, contudo vem mostrando um amadurecimento ao longo do ano. Marcou dois gols e chegou a sete na temporada. O dado curioso é que em outras duas partidas ele também foi para rede em duas oportunidades: contra Portuguesa-RJ e Nova Iguaçu, no Carioca.

O único ponto negativo é Lucas Piazon, que fez mais uma partida apagada. O meia, que havia marcado no jogo de ida, pouco apareceu, teve muitos erros técnicos e mostrou falta de atenção nas jogadas. Com as mudanças, melhorou um pouco na segunda etapa, mas não foi decisivo como se espera.

Com mais alternativas para montar o time, o técnico Luís Castro pensa agora no duelo contra o Fortaleza. O Botafogo encara o Tricolor cearense neste domingo (15), às 18h, pela sexta rodada do Brasileirão.

Botafogo