PUBLICIDADE
Topo

Copa do Brasil - 2022

Flu mantém embalo com Diniz, bate Vila Nova e avança na Copa do Brasil

Germán Cano marcou para o Fluminense na partida contra o Vila Nova, válida pela Copa do Brasil - Carlos Costa/Futura Press//Estadão Conteúdo
Germán Cano marcou para o Fluminense na partida contra o Vila Nova, válida pela Copa do Brasil Imagem: Carlos Costa/Futura Press//Estadão Conteúdo

Colaboração para o UOL, em São Paulo

11/05/2022 23h25

Classificação e Jogos

Embalado após a chegada de Fernando Diniz, o Fluminense garantiu a vaga nas oitavas de final da Copa do Brasil, na noite de hoje (11), ao vencer o Vila Nova por 2 a 0, no Serra Dourada, em duelo de volta da terceira fase do mata-mata. Os gols do jogo foram marcados por Cano e Luiz Henrique.

Na ida, disputada no Maracanã, o Flu, ainda sob comando de Abel Braga, já havia vencido por 3 a 2 e atuava pelo empate em Goiânia. O adversário na próxima fase será conhecido em sorteio nos próximos dias.

Agora, o Fluminense volta as atenções para o Campeonato Brasileiro. No sábado (14), às 21h, recebe o Athletico-PR no Maracanã, pela sexta rodada do torneio nacional. No mesmo dia, mas às 18h30, Vila Nova visita o Sampaio Corrêa, pela Série B.

Diniz tem série invicta em início promissor no Flu

O treinador estreou na atual edição na Copa do Brasil com vitória e classificação confirmada. Foi apenas o terceiro jogo dele na atual passagem pelo time carioca. Antes, venceu o Junior Barranquilla-COL por 2 a 1, mantendo o Flu vivo na Copa Sul-Americana, e depois conseguiu importante empate em 1 a 1 com o Palmeiras, no Allianz Parque, pelo Brasileirão.

Quem foi bem: Cano

Oportunista e como sempre bem posicionado, o centroavante marcou logo no início o gol que deu tranquilidade para a equipe no restante da partida e confirmou a classificação do Fluminense.

Quem foi mal: Nathan

Coube ao meia a função de ser o armador do time e substituir o lesionado Ganso. Apagado, participou pouco das jogadas ofensivas do Flu, à exceção de um bom passe para Cano no começo do segundo tempo.

Cronologia do jogo

O Fluminense abriu o placar aos 9 minutos do primeiro tempo, com gol de cabeça de Cano, após cobrança de escanteio desviada por Nino na primeira trave. Depois de certa pressão do Vila Nova, o time de Diniz conseguiu ampliar aos 21 minutos do segundo tempo, com Luiz Henrique, também de cabeça.

Fez o L! A noite de Cano

O argentino perdeu chance clara antes do primeiro minuto de jogo, após bom lançamento em profundidade de Luiz Henrique. Precisou, porém, de pouco tempo para se redimir e decidir a classificação do Flu. Aos 9, aproveitou casquinha de Nino, após cobrança de escanteio, e mandou no contrapé de Georgemy para abrir o caminho da vitória.

O jogo do Fluminense

Conseguiu marcar cedo e ficou em situação mais confortável em Goiânia. No primeiro tempo, recuou após abrir o placar e teve dificuldade para manter a posse de bola, trocar passes e criar novas chances. O time foi pressionado e correu risco de levar o empate. Mudou a postura após o intervalo e dominou as ações na etapa final.

O jogo do Vila Nova

O Vila Nova levou um banho de água fria com o gol precoce de Cano logo nos primeiros minutos de bola rolando, que deixou muito mais difícil a missão na eliminatória. Depois disso, o time goiano subiu as linhas, pressionou a saída de bola do Fluminense e teve postura ofensiva. Caiu de rendimento no segundo tempo, não conseguiu o resultado necessário e está eliminado.

Tabu mantido

O Fluminense segue sem nunca ter perdido para o Vila Nova. Com o resultado desta noite, são quatro vitórias e dois empates em seis jogos disputados contra os goianos na história. "O Serra Dourado é nosso", gritou a torcida tricolor em Goiânia.

Vila pressiona após gol do Flu, mas pontaria é problema

Após o gol do Fluminense, o time goiano se lançou ao ataque, mas quase não conseguiu acertar o alvo. A chance mais clara surgiu em cabeceada de Ralf para fora, aos 34 do primeiro tempo, após cobrança de falta na área.

Fluminense 'acorda' no segundo tempo

Depois de praticamente abdicar de jogar após o 1 a 0, o time de Diniz voltou melhor do intervalo e conseguiu criar duas boas chances. Cano desperdiçou a primeira, após cruzamento de Nathan. Pouco depois, Yago Felipe finalizou da entrada da área, mas mandou para fora. A recompensa veio aos 21, quando Luiz Henrique ampliou de cabeça após boa troca de passes e cruzamento de Pineida.

Nino vira preocupação

O zagueiro sentiu dores no púbis na metade do segundo tempo, deixou o gramado de maca e recebeu atendimento médico. Luccas Claro foi a escolha de Fernando Diniz para substituí-lo. Nino será reavaliado nos próximos dias e pode ser problema para o Flu.

Grana no bolso

Com a classificação às oitavas de final da Copa do Brasil, o Fluminense garante R$ 3 milhões de premiação aos cofres.

FICHA TÉCNICA:

VILA NOVA 0 x 2 FLUMINENSE
Competição:
Copa do Brasil, jogo de volta da terceira fase
Estádio: Serra Dourada, em Goiânia (GO)
Data e horário: 11 de maio de 2022 (quarta-feira), às 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Anderson Daronco (RS)
Assistentes: Rafael da Silva Alves (RS) e Michael Stanislau (RS)
Cartões amarelos: Ralf, Arthur Rezende e Pablo (VNO); Calegari, Wellington e Martinelli (FLU)
Gols: Cano, aos 9 minutos do primeiro tempo, e Luiz Henrique, aos 21 minutos do segundo tempo (FLU)

VILA NOVA: Georgemy; Alex Silva (Pedro Bambu), Rafael Donato, Renato e Willian Formiga; Ralf (Pablo), Arthur Rezende e Matheuzinho (Wagner); Pablo Dyego, Rubens (Diego Tavares) e Victor Andrade. Técnico: Higo Magalhães

FLUMINENSE: Fábio; Samuel Xavier (Calegari), Nino (Luccas Claro), David Braz e Pineida; Wellington (Martinelli), André, Yago Felipe e Nathan; Luiz Henrique (Caio Paulista) e Cano (Fred). Técnico: Fernando Diniz