PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Jornal: Lyon demitiu brasileiro após pum no vestiário; zagueiro nega versão

Marcelo, zagueiro brasileiro, teve contrato rescindido com o Lyon em janeiro deste ano - Mike Kireev/NurPhoto via Getty Images
Marcelo, zagueiro brasileiro, teve contrato rescindido com o Lyon em janeiro deste ano Imagem: Mike Kireev/NurPhoto via Getty Images

Gustavo Setti

Do UOL, em São Paulo

10/05/2022 08h44Atualizada em 10/05/2022 14h23

O jornal francês L'Équipe publicou que um pum do zagueiro brasileiro Marcelo foi a gota d'água para o Lyon decidir pela saída do jogador. O defensor nega.

Depois de uma derrota por 3 a 0, em agosto do ano passado, o ex-meia Juninho Pernambucano, então diretor do Lyon, e a comissão técnica do clube decidiram rescindir com Marcelo por "comportamento inapropriado" no vestiário após o revés, de acordo com o jornal.

Ainda segundo o L'Équipe, Marcelo soltou um pum no vestiário e deu risada da situação com outros companheiros de time, o que irritou Juninho. O atleta ficou afastado da equipe desde então.

O Lyon anunciou a rescisão do contrato do zagueiro em janeiro. Ele tinha vínculo até o fim de junho de 2023 e assinou com o Bordeaux até o término da temporada 2021-22.

Após a repercussão, Marcelo negou a versão do L'Équipe. "Claro que não é verdade isso. Tá maluco!", disse em troca de mensagens com a reportagem do UOL Esporte.

No Twitter, ele ainda fez críticas ao jornal. "Graças ao L'Équipe, depois de muito tempo, eu tenho que voltar para o Twitter para negar todas as acusações. O jornalismo hoje em dia é uma piada!", escreveu o defensor em sua conta na rede social.

Na sequência, foi a vez de Juninho ironizar a versão do jornal francês. O ex-meia respondeu o tuíte de Marcelo. "Tá vendo, te disse. Zagueiro tem que mandar peido alto, longo e fedido. O teu só foi alto, aí está fraco", publicou.

  • Veja análises e as principais notícias do dia no UOL News Esporte:

Esporte