PUBLICIDADE
Topo

Futebol

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Milly Lacombe: Corinthians deveria afastar o Robson Bambu de imediato

Do UOL, em São Paulo

03/05/2022 13h53

O UOL Esporte publicou hoje (3) uma entrevista exclusiva com uma mulher que acusa de estupro o jogador Robson Bambu, zagueiro do Corinthians, caso que teve as investigações concluídas pela Polícia Civil de São Paulo, mas que ainda não teve a apresentação de denúncia por parte do Ministério Público.

No UOL News Esporte, Milly Lacombe afirma que este é um caso muito sério e que é difícil para uma mulher apresentar uma acusação por estupro, em mais um episódio de denúncia de violência sexual envolvendo um jogador de futebol.

"É complicadíssimo isso, para mulheres escutarem depoimentos como esse, é muito difícil porque toda mulher passa por abusos, assédios e violência. Estupro não é sobre sexo, é sobre poder, isso está muito claro, estupro é uma arma de guerra, quando um exército invade outro país, uma região, o estupro é uma arma usada por soldados contra aquelas pessoas que foram invadidas", diz Milly.

"É muito sério quando uma mulher dá um passo a frente e diz 'eu fui estuprada'. Para ela fazer isso, precisa de uma coragem enorme e alguma coisa nela precisa já estar morta para ela fazer isso. Não há testemunhas em caso de violência sexual, normalmente não há. Neste caso, pelo que ela diz, houve, porque ela foi estuprada para deleite de um outro homem que estava observando", completa.

A jornalista afirma que da parte do Corinthians deveria ocorrer o afastamento imediato do jogador, que está com a delegação em Cali, na Colômbia, para o jogo de amanhã (4) pela Libertadores.

"É muito complexo, o que tem que ser feito de imediato é o Corinthians afastar o Robson Bambu, isso tem que ser feito imediatamente. O Corinthians fez? Não. Vai fazer? Eu duvido", conclui.

Futebol