PUBLICIDADE
Topo

Futebol

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Vitão: 'Maycon arruma o time e não tem substituto no Corinthians'

Colaboração para o UOL, em Aracaju

28/04/2022 04h00

Grande destaque da vitória do Corinthians sobre o Boca Juniors pela Libertadores com dois gols, o volante Maycon só deve ficar no clube até o final do ano. Ele está emprestado do Shakhtar Donetsk, que vive meses de incerteza com a guerra na Ucrânia e a paralisação do futebol ucraniano, tem contrato com o clube até 2025 e espera retornar ao futebol europeu. Ainda que seja temporário, o retorno do meio-campista de 24 anos ao clube do Parque São Jorge já rende frutos.

Na Live do Danilo e do Vitão, transmitida pelo UOL Esporte toda segunda, quarta e sexta às 15h, os jornalistas Danilo Lavieri, Vitor Guedes e Marcelo Hazan explicaram a situação contratual de Maycon e falaram sobre a importância dele para dar maior sustentação ao meio de campo do Corinthians.

Vitão afirmou que Maycon não é um camisa 5 de origem, mas funciona bem numa dupla de volantes com Du Queiroz - que deixa o time mais forte na marcação e com maior mobilidade no meio de campo.

"O Corinthians ganhou todas as posses de bola no Campeonato Paulista. E foi pior em todos os clássicos, à exceção do contra o Santos, tendo mais posse de bola. E foi muito melhor contra o Boca. Sabe a diferença? Desarmou bem mais, fez mais falta, dane-se o maldito fair-play, dane-se a posse de bola, ontem o Corinthians competiu, futebol é equilíbrio."

"O Maycon é muito bom jogador, mas é um segundo homem, pode jogar de primeiro homem, pode, mas quando jogou sozinho no meio não foi capaz de fazer a marcação e aparecer na área. Com Du Queiroz eles se alternam, os dois criam jogadas, os dois marcam, e o Maycon decidiu lá na frente", afirmou.

Segundo Vitão, mesmo que Maycon só fique até o final do ano, a segunda passagem do jogador pelo Corinthians já valeu a pena porque hoje ele é fundamental para a organização tática da equipe, além de não ter um substituto à altura.

"O Maycon está no auge da carreira, só foi possível a chegada dele pela questão da guerra, mesmo que tiver que voltar, já valeu a pena, é um reforço diferente. O Maycon, além de jogar bem, melhora os outros, arruma a equipe taticamente, ele não tem substituto tático e nem técnico no time do Corinthians. Então será uma perda absurda, mas o time sabia que ele só veio por causa da guerra."

Hazan explicou que o contrato de empréstimo de Maycon com o Corinthians não tem uma cláusula de compra. Segundo ele, a vontade do jogador é voltar à Europa na próxima temporada.

"Na negociação com o Maycon não foi acertado uma opção de compra no acordo que vale até dezembro. O Corinthians queria um contrato até o final do ano porque seria um período muito curto só até junho, então acertou o empréstimo, mas não tem previsto uma opção ou obrigação de compra."

"O próprio Maycon tem desejo de voltar ao futebol europeu para dar um salto de carreira. É um reforço importante até o final do ano, mas além disso não é simples essa permanência, não vai ser fácil para o Corinthians."

A próxima edição da Live do Danilo e do Vitão será na sexta-feira (29). Você pode acompanhar a live pelo Canal UOL, no app Placar UOL, na página do UOL Esporte ou no canal do UOL Esporte no Youtube.

Futebol