PUBLICIDADE
Topo

Libertadores - 2022

Gabigol se aproxima de recorde de Luizão e provoca ex-atacante

Gabigol comemora gol no duelo contra a U. Catolica e Flamengo - Staff Images / CONMEBOL
Gabigol comemora gol no duelo contra a U. Catolica e Flamengo Imagem: Staff Images / CONMEBOL

Colaboração para o UOL, em Belo Horizonte

28/04/2022 21h18

Classificação e Jogos

Gabigol foi determinante na vitória do Flamengo, por 3 a 2, diante da Universidad Católica-CHI. O camisa 9 marcou dois gols e foi a principal referência ofensiva do rubro-negro enquanto esteve em campo. De quebra, com os dois gols marcados, se isolou como segundo brasileiro com mais gols na história da competição, com 26 —três a menos que o líder Luizão.

"Feliz pelos gols, mas principalmente feliz pela vitória. Feliz por estar quebrando mais um recorde, espero passar o Luizão e vai ter que falar de mim de novo", disse de maneira descontraída ao final do jogo. Recentemente, Luizão havia provocado o craque do Flamengo ao comentar sobre o recorde.

Gabi também ressaltou que o grupo sabia que seria uma partida difícil, mas o objetivo era buscar os três pontos. "Temos o que melhorar, mas dentro das circunstâncias da partida, foi tudo bem", completou.

Bruno Henrique elogia atuação

O atacante flamenguista também teve boa atuação com duas assistências após voltar aos gramados depois de um tempo afastado por lesão. "Foi o melhor jogo nosso na Libertadores. Sabíamos que era difícil, torcida pressionando. Soubemos suportar a pressão, o importante foi conseguir os três pontos", analisou.

O jogador também agradeceu ao departamento médico do clube por conseguir deixá-lo com condição de disputar a partida. O Flamengo sempre olha e cuida pra mim com carinho, agradeço o pessoal do DM e da fisioterapia. Graças a Deus pude estar aqui hoje, não senti nada e contribuir.