PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Palmeiras domina o Corinthians e vence Dérbi com facilidade em Barueri

Diego Iwata Lima

Do UOL, em São Paulo

23/04/2022 20h52

Classificação e Jogos

O Palmeiras, enfim, venceu no Campeonato Brasileiro. E não foi qualquer vitória: 3 a 0 sobre o Corinthians, na Arena Barueri. Com dois gols praticamente idênticos antes do 20 min do 1º tempo, e outro em bela jogada de Dudu no 2º, o Alviverde de Abel Ferreira foi dominante para garantir os três pontos e chegar a cinco na tábua de classificação.

Já o Corinthians estaciona em seis e, em termos numéricos, não tem muito a se preocupar no Brasileiro, cuja liderança ainda ocupa, por critérios de desempate. Mas o futebol do time misto escalado por Vítor Pereira deixou a desejar, mesmo em tais circunstâncias.

Os dois times voltam a campo no meio de semana pela Libertadores, torneio em que vivem situações muito diferentes. O Palmeiras lidera seu grupo, após duas vitórias e deve encarar o Emelec (EQU) com seus reservas, na quarta (27), em Quito.

Os Alvinegros, com três pontos, certamente terão força máxima na terça-feira (26), contra o Boca Juniors (ARG), na Arena Corinthians

Atuação do Palmeiras: Um time que sabia o que queria em campo

Organizado e consciente, duas características quase sempre inerentes ao Palmeiras de Abel Ferreira, o Alviverde entrou em campo decidido a resolver a partida o mais rápido possível. Com dois gols antes da metade do 1º tempo, o Verdão esbanjou na qualidade tática de suas ações e venceu com facilidade.

Atuação do Corinthians: Tentativas e (muito) erros

O time de Vítor Pereira parecia ter um plano no campo, mas pouco conseguiu executar. Dominados pela marcação palmeirense, Paulinho, Renato Augusto e Roger Guedes foram praticamente inofensivos. O time até buscou soluções ao longo do jogo, mas não acertava nada que de fato levasse perigo ao gol de Weverton.

O melhor: Raphael Veiga deu duas assistências

O título poderia também ser outorgado a Zé Rafael, dono do meio-campo no jogo. Mas Veiga foi mais decisivo, concedendo duas assistências após cobranças de escanteios. O camisa 23 ainda foi muito importante no auxílio à marcação. Uma noite impecável.

O pior: Maycon foi inoperante

O volante do Corinthians fez jogo abaixo do esperado. Ficou perdido em meio à constante movimentação do meio-campo palmeirense e não conseguiu ser o motor que precisava ser para mover o time, já que Paulinho estava marcado. Saiu no intervalo e não deixou saudade.

Cronologia do jogo

O Palmeiras já era melhor quando abriu o placar, aos 14 minutos de jogo, com gol de cabeça de Gustavo Gómez após cobrança de escanteio de Raphael Veiga.

Veiga repetiria a cobrança tecnicamente perfeita do primeiro gol quatro minutos depois, aos 18 minutos, e desta vez foi Rony quem se antecipou à defesa do Corinthians para ampliar.

Aos 25 minutos da segunda etapa. Zé Rafael ganhou disputa de bola praticamente na entrada da área do Palmeiras e avançou com ela, livrando-se de dois adversários antes de lançar Dudu, que bateu com perfeição de esquerda.

Corinthians promoveu apagão em campanha contra fake news

Assim como na sexta-feira, o Corinthians não divulgou informações sobre o time em redes sociais, tampouco concedeu entrevistas. O "apagão" faz parte de uma campanha para combater as fake news e a desinformação. Na prática, porém, deixou boa parte da torcida no escuro.

Ausência de Cássio causa surpresa em meio a apagão

O Corinthians chegou a anunciar seu time titular com Cássio no gol. Mas, na hora em que o time entrou em campo, Matheus Donelli foi quem apareceu. O Corinthians, em meio ao apagão, sem dar entrevistas nem publicar informações em redes sociais, demorou a explicar que o camisa 12 estava com sintomas de gripe e por isso foi vetado da partida.

Palmeiras abre o placar após jogada confusa do goleiro do Corinthians

Num lance em que bastava dar um chutão, o goleiro Matheus Donelli se atrapalhou ao tentar dominar um recuo na linha de fundo. Rony apertou o garoto, que se atrapalhou e se enrolou com o atacante do Palmeiras.

Palmeiras faz 1 a 0 sobre o Corinthians com Gómez, de cabeça

O VAR chamou Daronco para verificar possível penal, que ele não deu. O escanteio, porém, foi mantido. Veiga bateu o primeiro baixo e ganhou um segundo, que bateu alto, na primeira trave. Gómez subiu muito e desviou para fazer 1 a 0, aos 14 minutos.

Parecia replay: Palmeiras 2 a 0

Não demorou muito para o Palmeiras ampliar. Em uma cobrança de escanteio exatamente igual, quatro minutos depois do primeiro gol, Murilo ia repetindo Gómez e vinha forte para fazer o gol de cabeça. Mas Rony se antecipou a ele e desviou para a rede de Donelli.

Palmeiras administra, mas continua muito superior e amplia

Os 2 a 0 deixaram o Palmeiras tranquilo em campo. E mesmo se poupando, o time de Abel Ferreira era muito superior ao Corinthians. Antes de ampliar com Dudu, aos 25 da segunda etapa, o Palmeiras já havia acertado a trave, tido um gol anulado e desperdiçado outras chances claras.

O gol foi do camisa 7, mas uma parte do tento deve ser atribuída a Zé Rafael, que brigou pela bola no início da jogada e fez lançamento perfeito para o atacante invadir a área e bater de esquerda.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 3 X 0 CORINTHIANS

Local e Horário: Arena Barueri, em Barueri, às 19h (Horário de Brasília)

Árbitro: Anderson Daronco (RS)

Auxiliares: Rafael Alves e Michael Estanislau ambos do RS

VAR: Pablo Ramon Gonçalves Pinheiros (RN)

Gols: Gómez, aos 14 min, e Rony, aos 18 min do 1º tempo. Dudu, aos 25 do 2º (PAL)

Cartões Amarelos: Maycon e Piton (COR)

Palmeiras: Weverton, Marcos Rocha, Gustavo Gómez, Murilo (Kuscevic) e Piquerez; Danilo, Zé Rafael e Raphael Veiga (Atuesta); Dudu (Mayke), Rony (Wesley) e Gabriel Veron (Rafael Navarro). Técnico: Abel Ferreira

Corinthians: Matheus Donelli, Rafael Ramos, João Vitor, Raul Gustavo e Lucas Piton; Du Queiroz, Maycon (Renato Augusto) e Paulinho; Mantuan (Adson), Júnior Moraes (Jô) e Róger Guedes (Willian). Técnico: Vítor Pereira

Futebol