PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Prefeitura de Cali oferece estádio do América para velório de Rincón

Rincón disputa lance com Simeone em Colômbia x Argentina de junho de 2000 - Marcelo Salinas/AFP
Rincón disputa lance com Simeone em Colômbia x Argentina de junho de 2000 Imagem: Marcelo Salinas/AFP

Do UOL, em São Paulo (SP)

14/04/2022 11h46

O prefeito de Cali, na Colômbia, Jorge Ivan Ospina utilizou suas redes sociais para colocar o estádio Pascual Guerrero, a casa do América de Cali, à disposição da família de Freddy Rincón para o velório do ex-jogador ídolo histórico do Corinthians e da seleção colombiana.

"Decretei três dias de luto na nossa cidade diante da dolorosa morte de Freddy Rincón. Orientei que as Secretarias de Governo, Segurança, Justiça e Comunicação se coloquem à disposição da família para organizar o funeral, dispusemos o estádio Pascual Guerrero para o velório", escreveu o prefeito no Twitter.

Rincón morreu hoje em decorrência dos ferimentos sofridos em um acidente de carro na madrugada da última segunda-feira (11). Aos 55 anos, ele estava internado desde a manhã do mesmo dia devido a um traumatismo craniano, chegou a ser operado, mas não resistiu à gravidade dos ferimentos.

Ele foi um dos grandes personagens do futebol brasileiro nos anos 90 e 2000. Ele foi campeão paulista pelo Palmeiras em 1994 e anos depois se tornou um dos maiores ídolos do Corinthians, pelo qual foi bicampeão brasileiro (1998 e 99) e campeão mundial como capitão, em 2000, no primeiro grande título internacional do clube. O colombiano ainda defendeu Santos e Cruzeiro no futebol brasileiro.

Futebol