PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Técnico dá cabeçada em auxiliar mulher em jogo do Campeonato Capixaba

Técnico da Desportiva Ferroviária acerta cabeçada em auxiliar durante jogo do Campeonato Capixaba - Reprodução
Técnico da Desportiva Ferroviária acerta cabeçada em auxiliar durante jogo do Campeonato Capixaba Imagem: Reprodução

Carolina Alberti

Do UOL, em São Paulo

10/04/2022 17h50Atualizada em 10/04/2022 19h07

O técnico Rafael Soriano, da Desportiva, agrediu a assistente de arbitragem Marcielly Netto no intervalo da partida contra o Nova Venécia, hoje, pelo Campeonato Capixaba. Insatisfeito após o árbitro Arthur Gomes Rabelo encerrar o primeiro tempo antes do seu time cobrar um escanteio, o treinador foi tirar satisfações com a arbitragem e deu uma cabeçada na bandeirinha, que imediatamente levou as mãos ao rosto.

Soriano foi expulso pela agressão à auxiliar e deixou o campo reclamando. O treinador negou ter dado uma cabeçada em Marcielly e a desafiou a registrar um Boletim de Ocorrência. Para ele, a profissional "tá querendo aproveitar de uma situação porque é mulher".

"Se você disser que eu te agredi, nós vamos para a delegacia. Vamos fazer Corpo de Delito, senão eu vou te processar", falou o treinador para a TV Cultura.

"Ela foi empurrar os jogadores e agora quer dizer que foi agredida. Ela tá querendo aproveitar de uma situação porque é mulher. Não encostei nela, se encostei ela vai provar na delegacia", completou.

Segundo a transmissão, a auxiliar conversou com alguém pelo telefone e confirmou que prestará queixa contra o treinador. Na volta do intervalo, vários jogadores da Desportiva foram conversar com a auxiliar, que seguiu na partida.

Procurada pelo UOL Esporte, a Federação de Futebol do Estado do Espírito Santo (FES) repudiou o episódio e informou que "dará todo o suporte necessário à árbitra assistente". Segundo a FES, a súmula da partida será encaminhada para o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD-ES).

"Sobre o ocorrido no intervalo da partida entre Nova Venécia FC e Desportiva Ferroviária, nas quartas de final do Campeonato Capixaba, neste domingo (10), a Federação de Futebol do Estado do Espírito Santo (FES) afirma que combate e repudia qualquer ato de violência, este praticado pelo treinador da Desportiva Ferroviária, e que dará todo o suporte necessário à árbitra assistente Marcielly Netto. Assim que a FES receber a súmula da referida partida, a mesma será encaminhada para o TJD-ES. O caso será acompanhado de perto pela entidade, que acredita que as medidas legais serão tomadas pelos órgãos competentes", comunicou a entidade em nota de repúdio.

Futebol