PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Itália leva susto, mas vence Turquia de virada em 'amistoso da melancolia'

Raspadori comemora após marcar para a Itália contra a Turquia em amistoso - Umit Bektas/Reuters
Raspadori comemora após marcar para a Itália contra a Turquia em amistoso Imagem: Umit Bektas/Reuters

Colaboração para o UOL

29/03/2022 17h45

A Itália venceu a Turquia por 3 a 2, de virada, em amistoso disputado hoje (29), no Metropolitano de Cônia, na Turquia. Foi o primeiro jogo da seleção italiana desde a melancólica derrota para a Macedônia do Norte, na repescagem das Eliminatórias Europeias. Fora da Copa do Mundo do Qatar, Itália e Turquia marcaram o amistoso no fechamento da Data Fifa de abril.

As duas seleções perderam a chance de disputar vaga no Catar após derrota na repescagem. A Turquia foi derrotada por Portugal e a Itália viu a zebra passear, perdendo para a Macedônia do Norte, com gol nos acréscimos. Em confronto decisivo para a vaga na Copa, a seleção portuguesa derrotou os algozes italianos e carimbou o passaporte para o Catar.

Em noite iluminada do garoto Giacomo Raspadori, que fez dois gols, a seleção italiana começou atrás, mas conseguiu se impor e virar a partida. Suportou a pressão dos donos da casa e, mesmo sofrendo o segundo gol, conseguiu segurar a vantagem no placar.

Susto no início

A seleção italiana começou nervosa, errando muitos passes e, logo no início do jogo, sofreu o primeiro golpe: a Turquia abriu o placar aos 4 minutos, com Cengiz Ünder, atacante do Olympique de Marselha.

Depois de sofrer o gol, a Itália subiu a marcação, começou a pressionar a seleção turca e conseguiu dominar as ações durante os primeiros 15 minutos, mas a Turquia assustava nos contra-ataques quando retomava a bola.

A diferença técnica era evidente, mas faltava à Itália paciência para definir as jogadas, enquanto a Turquia se defendia e chegava ao gol italiano com velocidade. Nas arquibancadas, a torcida turca, conhecida por ser fanática, empurrava e fazia muito barulho.

Sem emoção...

Tentando evitar o empate italiano, a Turquia se fechou na defesa e não deixava a adversária chegar perto do gol, obrigando a Azzurra a rodar a bola e procurar espaços, o que acabou deixando o jogo um pouco sonolento.

A Itália tocava a bola de um lado para o outro no meio-campo e a Turquia defendia com todos seus jogadores na frente da área.

Retomada italiana

Água mole em pedra dura... a insistência italiana foi recompensada e a virada veio com dois gols em quatro minutos. O empate foi aos 35 do primeiro tempo, em uma jogada de bola parada, em cobrança de falta de Biraghi na cabeça de Cristante, que testou forte no canto e deixou tudo igual no placar.

O gol calou a torcida turca e desestabilizou a seleção da casa. Em saída de bola errada do goleiro turco, Tonali cortou e a bola sobrou para Raspadori virar o jogo, aos 39 da primeira etapa.

A Turquia pressionou pelo empate no finalzinho e camisa 10 turco Çalhanoglu ainda obrigou Donnarumma a uma grande defesa no final do primeiro tempo, mas a Itália foi para o intervalo na frente.

Çalhanoglu x Donnaruma

Um duelo particular de antigos colegas de equipe começou a se desenhar no final do primeiro tempo. Tentando fazer sua seleção voltar para o jogo, o principal jogador da Turquia chamou a responsabilidade do jogo para si. Çalhanoglu terminou o primeiro tempo e começou o segundo da mesma forma: esquentando a mão de Donnarumma, seu ex-companheiro de Milan.

Além da boa chance no final do primeiro tempo, Çalhanoglu bateu falta com perigo logo no começo da segunda etapa, obrigando Donnarumma a fazer mais uma intervenção importante. O meia da Internazionale assumiu as bolas paradas da equipe turca, criando chances em escanteios e finalizações que o goleiro italiano do PSG defendeu.

Noite de Raspadori!

A Itália seguiu no controle do jogo até conseguir ampliar a vantagem. Em uma bola na área que a defesa turca se atrapalhou para afastar, Biraghi ganhou a disputa e ajeitou de cabeça para Raspadori marcar pela segunda vez.

Foi apenas a nona convocação do jovem centroavante do Sassuolo, que com os dois de hoje, chega a três gols com a camisa da seleção italiana.

Final com emoção!

Nos minutos finais do amistoso, a seleção turca veio para cima da Itália e conseguiu diminuir com gol de Dursun. Depois do gol e com muito barulho da torcida, a Turquia pressionou e quase empatou logo na sequência, em mais uma grande chance de Dursun, que cabeceou para defesa espetacular de Donnarumma.

Apesar da pressão, o gol de empate não saiu e os números finais da partida ficaram em 3 a 2 para a Itália.

Futebol