PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Botafogo vence, mas Flu se classifica com gol aos 51 e pega Fla na final

Do UOL, no Rio de Janeiro

27/03/2022 18h04

Classificação e Jogos

O Botafogo venceu, mas quem saiu classificado de forma emocionante para a final do Carioca foi o Fluminense. Em campo, o Alvinegro levava a melhor até os acréscimos com um placar de 2 a 0 com dois gols de Erison, mas Germán Cano, aos 51 minutos do segundo tempo, diminuiu para o Tricolor e garantiu a vaga na final contra o Flamengo. A vantagem foi conquistada após o clube das Laranjeiras ser campeão da Taça Guanabara, no turno disputado em pontos corridos.

Os jogos decisivos do Estadual acontecerão nos próximos dias 30 (quarta-feira) e 2 (sábado). As datas foram antecipadas por causa do jogo do Rubro-Negro na Copa Libertadores.

Botafogo parte para cima da arbitragem

Tumulto entre jogadores do Botafogo e o árbitro Paulo Renato Moreira da Silva - Jorge Rodrigues/AGIF - Jorge Rodrigues/AGIF
Imagem: Jorge Rodrigues/AGIF

Após o apito final, jogadores e integrantes da comissão técnica do Botafogo partiram para cima da arbitragem e a Polícia Militar precisou entrar no gramado para proteger os profissionais. Furiosos, os alvinegros reclamaram efusivamente pelo fato deles não terem deixado o time bater uma falta nos acréscimos após o gol de Germán Cano aos 51.

Abel vaiado

O técnico Abel Braga foi muito vaiado pelos torcedores do Fluminense, principalmente no segundo tempo, quando o Tricolor estava atrás do placar e sofria pressão do Botafogo. Esta não é a primeira vez que o treinador sofre cobranças dos tricolores.

O melhor - Erison

"El Toro", como é chamado pelos torcedores do Botafogo, deu muito trabalho para a defesa do Fluminense. Utilizando-se de seu porte físico, ele dividiu bolas com os zagueiros, arriscou a todo o momento e fez um golaço.

O pior - Pineida

O lateral esquerdo equatoriano do Fluminense foi tímido no apoio e deu espaços na defesa.

Atuação do Botafogo

Precisando vencer por pelo menos dois gols de diferença para chegar à final, o Botafogo lançou-se ao ataque e foi mais perigoso, principalmente com o jovem Rikelmi e o atacante Erison.

Atuação do Fluminense

O técnico Abel Braga optou por uma formação com três zagueiros, mas mesmo prezando pela defesa, cedeu espaços. No golaço de Erison, a zaga estava totalmente desarrumada.

Luís Castro e Textor no Maracanã

Após desembarcar no Rio logo pela manhã cedo, o técnico português Luís Castro, contratado pelo Botafogo, marcou presença no Maracanã na companhia do americano John Textor, dono da SAF alvinegra, e do ex-presidente botafoguense Carlos Augusto Montenegro.

Castro e Textor posaram para fotos com o ex-goleiro Manga, ídolo alvinegro:

A corrente alvinegra

A chegada do Fluminense

FICHA TÉCNICA

BOTAFOGO 2 X 1 FLUMINENSE
Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Hora: 16h
Competição: Campeonato Carioca
Árbitro: Paulo Renaro Moreira da Silva Coelho
Assistentes: Rodrigo Figueiredo Henrique Corrêa e Thiago Henrique Neto Corrêa Farinha
VAR: Rodrigo Nunes de Sá
Cartões amarelos: Luiz Fernando, Rikelmi, Vinícius Lopes, Erison, Kayque (BOT); Nonato, André, Yago Felipe (FLU)
Cartões vermelhos: Fred (FLU)
Gols: Erison, aos 47 minutos do primeiro tempo (BOT); Erison aos 43 minutos do segundo tempo (BOT); Germán Cano, aos 51 minutos do segundo tempo (FLU)

Fluminense: Marcos Felipe, Luccas Claro, Manoel (Nonato) e David Braz; Calegari, André, Martinelli (Yago Felipe) e Pineida (Cristiano); Jhon Arias (Paulo Henrique Ganso), Willian Bigode (Fred) e Germán Cano. Técnico: Abel Braga

Botafogo: Douglas Borges, Daniel Borges, Sampaio, Kanu e Jonathan Silva (Hugo); Barreto (Romildo) e Kayque (Juninho); Luiz Fernando (Gabriel Conceição), Chay e Rikelmi (Vinícius Lopes); Erison.Técnico: Lucio Flávio

Futebol