PUBLICIDADE
Topo

Flamengo

Flamengo avança, e Paulo Sousa ganha nova 'pré-temporada' para ajustes

Paulo Sousa durante partida entre Vasco e Flamengo, pela semifinal do Cariocão 2022 - Jorge Rodrigues/AGIF
Paulo Sousa durante partida entre Vasco e Flamengo, pela semifinal do Cariocão 2022 Imagem: Jorge Rodrigues/AGIF

Leo Burlá

Do UOL, no Rio de Janeiro

21/03/2022 04h00

Classificação e Jogos

Classificado à final do Carioca, o Flamengo saboreia mais uma vitória sobre o rival Vasco, e o técnico Paulo Sousa respira aliviado.

Em raríssima brecha no calendário, o Fla terá pelo menos nove dias livres para fazer os ajustes finos enquanto aguarda a definição do rival na decisão. Fluminense e Botafogo definem o outro finalista em jogos marcados para hoje (21) e domingo (27).

As datas para a decisão ainda não estão definidas, mas a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro já reservou os dias 30 e 31 de março (primeiro jogo) e 2 e 3 de abril (segundo) para as partidas decisivas.

Essa janela será a última de Sousa antes que o calendário aperte de vez. No mês que vem, o Rubro-Negro inicia as disputas da Copa Libertadores, do Brasileiro e da Copa do Brasil, que irá representar compromissos em série para o Rubro-negro.

  • Veja análises e últimas notícias do futebol no Posse de Bola com Mauro Cezar Pereira, Arnaldo Ribeiro, Juca Kfouri e Eduardo Tironi:

Esse tempo para correções será decisivo para o decorrer da temporada, já que o Fla ainda demonstra algumas fraquezas que ainda estão evidentes nas partidas.

"Vamos aproveitar o momento para recuperar jogadores. Vamos continuar trabalhando muito porque queremos mandar no jogo. Também temos de estar preparados com os jogadores em campo para que eles possam interagir entre eles. É algo que temos de ir associando e ir conhecendo a importância de quem tem bola, que tipo de decisões tem, quais são as linhas de passe que temos de trabalhar", disse Sousa.

No Clássico dos Milhões, o time venceu novamente, é bem verdade, mas ficou devendo. A equipe ainda parece não jogar com naturalidade e sofre com a recomposição defensiva.

Na articulação, os rubro-negros até conseguem ter um volume na criação, mas os lampejos ainda dependem da capacidade individual dos jogadores, faltando coordenação de movimentos e ocupação dos espaços.

"Se dermos mais importância à organização ofensiva, ela está associada no momento da perda, por isso temos de trabalhar os dois momentos. Vamos continuar a trabalhar alguns conceitos da nossa linha defensiva, os nossos volantes cresceram muito. Vamos continuar a trabalhar um pouco de tudo", acrescentou o português.

Após carimbar a vaga, o elenco ganhou dois dias de folga e volta aos trabalhos no Ninho do Urubu na quarta-feira (23). Antes da sintonia fina, o tempo é de descanso no Flamengo.

Flamengo