PUBLICIDADE
Topo

Futebol

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Alicia Klein: Fica difícil apontar um técnico maior que o Abel no Palmeiras

Do UOL, em São Paulo

03/03/2022 11h46

Classificação e Jogos

O Palmeiras conquistou o quarto título sob o comando do técnico Abel Ferreira ao vencer o Athletico-PR na Recopa Sul-Americana, deixando o português com números impressionantes em sua passagem pelo clube, com quatro taças em oito finais disputadas em 16 meses de trabalho, resultados que levam a comparações com outros treinadores históricos palmeirenses e a questionamentos se ele já é o maior.

No UOL News Esporte, Alicia Klein afirma que vai ficando cada vez mais difícil apontar um treinador melhor que Abel Ferreira no Palmeiras, pelo menos ao considerar a era moderna, a partir dos anos 1990, com Vanderlei Luxemburgo e Luiz Felipe Scolari.

"O Abel em 1 ano 4 meses bateu nomes como Luxemburgo, Felipão, treinadores que eram históricos dessa era moderna do Palmeiras e em pouquíssimo tempo, acho que isso que é mais impressionante, em menos de 1 ano e meio ele conseguiu quatro títulos, três internacionais, acho que Recopa a gente tem que tratar com o devido carinho e cuidado, não é exatamente um título importante, um campeonato, mas não deixa de ser um título internacional da Conmebol e ele passa com isso o Felipão", diz Alicia.

"Ele vai solidificando o seu nome, para alguns ele já é o maior treinador, pelo menos do que a gente pode chamar aí dessa era moderna, depois da Academia, e acho que fica difícil discutir", completa.

A jornalista cita até como foram as finais perdidas pelo técnico português no comando do Palmeiras, nos pênaltis contra o Flamengo na Supercopa do Brasil e contra o Defensa y Justicia na Recopa Sul-Americana, além da prorrogação no Mundial contra o Chelsea, tendo perdido no tempo normal apenas diante do São Paulo no Campeonato Paulista.

"É impressionante como ele fica forte, como o time se fortalece com ele nas disputas de mata-mata e nas finais. Na discussão Abel dentro do Palmeiras, eu acho que fica cada vez mais difícil dizer que um treinador foi melhor que ele dentro do clube alviverde", opina.

Já Renato Maurício Prado comenta que a comparação é difícil pelo momento atual do futebol e acredita que Abel Ferreira acaba favorecido por um período no qual o futebol brasileiro tem três times acima dos demais, sendo um deles o próprio Palmeiras.

"Ele é um treinador competente, isso é inegável. Essas comparações eu acho que elas só têm um problema, porque elas comparam épocas completamente diferentes, então se você pegar, por exemplo, a época do Osvaldo Brandão, ele foi um super técnico também, o Palmeiras do Luxemburgo, o Felipão, hoje em dia o futebol está um pouco diferente. Se a gente olhar friamente, o futebol brasileiro hoje em dia tem três super times, Palmeiras, Atlético-MG e Flamengo", diz o jornalista.

"A gente está começando a elitizar o nosso futebol e isso facilita, sem tirar nada de mérito do Abel, isso facilita que um treinador ou até um time conquiste mais títulos seguidos do que era antigamente, quando o equilíbrio de forças era bem maior. Mas claro, se você olhar apenas pela frieza dos números, o Abel já é o maior treinador da história do Palmeiras, não tem como negar isso", conclui.

Futebol