PUBLICIDADE
Topo

Palmeiras

Willian vê Endrick 'diferenciado', e pede calma em profissionalização

Willian em treino do Corinthians - Rodrigo Coca/Agência Corinthians
Willian em treino do Corinthians Imagem: Rodrigo Coca/Agência Corinthians

Colaboração para o UOL, em São Paulo

31/01/2022 10h52

Classificação e Jogos

O meia Willian, do Corinthians, elogiou a nova joia da base do Palmeiras: Endrick. O jovem de 15 anos foi campeão da Copa São Paulo, sendo eleito o melhor jogador da competição e autor do gol mais bonito do torneio. Na opinião do jogador corintiano, o atacante da base alviverde é diferenciado e tem tudo para ser um grande jogador.

Willian avaliou que é importante ter cautela na transição de Endrick para o profissional e recordou que viveu situação parecida quando foi revelado na base do Corinthians.

"Acompanhei um pouco dos jogos da Copa São Paulo, vi alguns vídeos do Endrick. Um menino que tem tudo para ser um grande jogador. Quem conhece, entende de futebol sabe que o menino é diferenciado pelas qualidades que ele tem. [Diferenciado] dos outros meninos da categoria dele, por exemplo", declarou Willian em entrevista ao 'Bola da Vez', da ESPN.

"Mas é importante ter cautela, ir com calma para não estragar o menino. Ele está em formação ainda. Quinze anos. Vai chegar o tempo dele. Essa transição da base para o profissional é importantíssima. Eu passei por isso. Você começa a ouvir coisas, que você é o cara, que é isso, aquilo. E não é assim. Com 15 anos falta muito para ser", acrescentou o meia corintiano.

O jogador corintiano opinou que é importante que Endrick seja colocado para treinar com os profissionais ainda novo, mas ressaltou que ele deve continuar atuando pela base por algum tempo, a fim de que o processo de transição não seja acelerado.

"É importante ter cautela, colocar o menino para treinar no profissional. De repente, colocar em um jogo por 10 minutos. Fizeram isso comigo. Às vezes, eu treinava com os profissionais, voltava para a base. Tive essa transição até ganhar mais experiência. O profissional é diferente, a gente sabe. Quantos jogadores que, na base tinham tudo para virar grandes jogadores, ficaram no meio do caminho? Às vezes por acelerar o processo", avaliou Willian.

"Tem que ter cautela, deixar o Endrick com a cabeça tranquila para não se perder quando jogar no profissional e, consequentemente, trazer alegria para o povo brasileiro. Ele tem tudo para ser um grande jogador e chegar à seleção", finalizou.

Palmeiras