PUBLICIDADE
Topo

Futebol

"Toque europeu" na defesa será principal novidade do Cruzeiro na rodada

Rafael Cabral fará sua estreia contra o Athletic no gol do Cruzeiro  - Gustavo Aleixo/Cruzeiro
Rafael Cabral fará sua estreia contra o Athletic no gol do Cruzeiro Imagem: Gustavo Aleixo/Cruzeiro

Lohanna Lima

colaboração para o UOL, em Belo Horizonte, MG

29/01/2022 04h00

Diferentemente da rodada de estreia, o técnico Paulo Pezzolano poderá contar com dois jogadores importantes para o compromisso contra o Athletic, às 11h, em São João del Rei, neste domingo (30), pela segunda rodada do Campeonato Mineiro. O goleiro Rafael Cabral e o zagueiro Sidnei foram registrados no Boletim Informativo Diário (BID), da CBF, e caminham para assumir a titularidade na partida. Com ampla experiência na Europa, os jogadores prometem elevar o nível da linha defensiva do Cruzeiro neste início de trabalho do uruguaio.

Nome escolhido para suceder o ídolo Fábio, Rafael só jogou pelo Santos no futebol brasileiro. O jogador deixou o Brasil em 2013 e acumulou passagens pelo Napoli, Sampdoria e Reading. Oito anos depois, ele retorna ao país com uma bagagem importante em relação aos conhecimentos adquiridos no Velho Continente.

"Eu evoluí demais. Saí do Brasil muito novo, com apenas 23 anos. Só conhecia a escola de goleiros brasileira e eu tive a oportunidade de trabalhar com treinadores de goleiros da Espanha, de Portugal, da Inglaterra, da Itália. Sou um cara muito aberto. Penso que se a gente para de aprender, a gente esquece o que já aprendeu. Então, eu me sinto um goleiro muito mais completo. Em relação ao jogo com os pés, é algo que eu me sinto muito à vontade. Tenho treinado muito, trabalhado muito. Venho para contribuir mais" , explicou o goleiro.

O mesmo ocorre com o zagueiro Sidnei, que deixou o Brasil mais novo que Rafael. Formado pelo Internacional, o jogador foi vendido ao Benfica em 2008, aos 19 anos, e colecionou passagens por clubes da Turquia e da Espanha na sequência. No Real Bétis, seu último time, foram duas temporadas.

" A ideia de jogo do Pezzolano é muito boa. Nos últimos anos, com os treinadores que eu tive nos times que passei era nessa linha. Ele é um treinador que gosta de jogar, de ter a bola. Então, para mim, essa maneira de jogar vem muito bem e estou feliz com o trabalho que a gente vem realizando nesses dias", completou o zagueiro.

Novas caras vêm aí

Com as mudanças que serão promovidas por Pezzolano, a linha defensiva do Cruzeiro ganhará em mais experiência em relação aos jogadores que estiveram no jogo contra a URT, como no caso gol gol, já que Denivys estava fazendo sua primeira partida como profissional. O setor ainda sofrerá novas modificações nos próximos jogos, uma vez que o também zagueiro experiente Maicon poderá estrear quando terminar o período de isolamento devido à Covid-19. Na lateral direita, Gabriel Dias logo deve ter uma oportunidade como titular no lugar de Rômulo, que atuou improvisado no setor.

Futebol