PUBLICIDADE
Topo

Futebol

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Juca Kfouri sobre árbitro de Brasil x Equador: 'é o Sérgio Moro do apito'

Do UOL, em São Paulo

28/01/2022 16h30

Classificação e Jogos

O árbitro Wilmar Roldán foi o destaque do jogo da seleção brasileira contra o Equador pelas Eliminatórias Sul-Americanas, que terminou empatado em 1 a 1, ontem (27), em Quito, e não foi por um motivo positivo, mas pelas marcações que precisaram de revisão do VAR, com duas expulsões canceladas do goleiro Alisson, bem como dois pênaltis que chegou a assinalar.

No podcast Posse de Bola #197, Juca Kfouri comenta a atuação de Roldan e diz não lembrar de uma partida em que o árbitro tenha precisado de tantas correções em suas decisões, ainda que no caso do jogo em Quito o resultado final não ter sido tão afetado como em outros jogos. Com esses ingredientes, ele recebeu o 'Ratão de Bronze', um prêmio às avessas distribuído a cada sexta-feira, com o destaque negativo da semana no mundo esportivo.

Ouça também o boletim do Posse com Arnaldo e Tironi; exclusivo na Apple Podcasts

"O Ratão de Bronze evidentemente vai para o colombiano Wilmar Roldan. Eu não me lembro na minha vida de ter visto, já vi lambanças mais graves, do ponto de vista da influência no resultado do jogo, as lambanças do senhor Roldan ontem acabaram não influenciando o jogo porque ele foi salvo pelo VAR", diz Juca.

O jornalista diz que o último juiz que ele recorda ter tantas decisões anuladas antes havia sido o hoje ex-juiz e ex-ministro Sergio Moro, em referência aos processos anulados do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

"Mas expulsou duas vezes o Alisson, duas vezes voltou atrás, marcou dois pênaltis contra a seleção brasileira e duas vezes teve que desmarcar. Olha, ver sentenças, decisões anuladas como a de Wilmar Roldan, só Sergio Moro, Wilmar Roldan é o Sergio Moro do apito", conclui.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir?

A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas e sextas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais (YouTube, Facebook e Twitter).

A partir de meio-dia, o Posse de Bola estará disponível nos principais agregadores de podcasts. Você pode ouvir, por exemplo, no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts, Amazon Music e Youtube --neste último, também em vídeo. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Futebol