PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Grêmio: ataque do time B brilha e aumenta chance de "reforço caseiro"

Grêmio venceu Caxias por 2 a 1, em Porto Alegre, e Elias Manoel (dir) marcou os dois gols - Divulgação/Grêmio FBPA
Grêmio venceu Caxias por 2 a 1, em Porto Alegre, e Elias Manoel (dir) marcou os dois gols Imagem: Divulgação/Grêmio FBPA

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

27/01/2022 04h00

Parece que foi sob medida. Carente de mais opções ofensivas, o Grêmio assistiu o time de transição estrear no Campeonato Gaúcho com vitória e os destaques da equipe B foram justamente os atacantes. Elias Manoel, autor de dois gols, já é considerado alternativa para Vagner Mancini. Enquanto isso, Rildo soma pontos para ser chamado. O camisa 7 foi autor da assistência para o primeiro gol gremista na temporada.

Vagner Mancini esteve na Arena do Grêmio e viu de perto o desempenho do time. O treinador, no entanto, ainda vai esperar pelo menos mais um jogo para definir quantos e quais jogadores do grupo de transição serão usados ainda no Gauchão.

Elias Manoel é um nome certo na lista. O camisa nove, inclusive, é citado oficialmente como jogador do grupo principal cedido pontualmente ao elenco de transição. Em campo, fez valer o status: marcou os dois gols do Grêmio.

De acordo com o Footstats, Elias teve 100% de aproveitamento: duas finalizações e dois gols. O primeiro com posicionamento e o segundo de pênalti, em teste para pontaria.

A avaliação interna do Grêmio, segundo apurou o UOL Esporte, é que Elias ainda precisa de mais rodagem. Minutos em campo. Tecnicamente, o atacante é visto como peça perfeita para atuar próximo da área. Como um possível substituto de Diego Souza ou até suplente de Ferreira, pelo lado do campo.

O outro destaque da vitória gremista foi Rildo. Depois de voltar de empréstimo ao Brasil de Pelotas, o meia-atacante fez grande jogada que terminou no primeiro gol da noite.

Segundo o Footstats, Rildo acertou todos os dribles que tentou na partida. E errou quatro dos 24 passes que tentou ao longo do confronto com o Caxias. O camisa 7, no entanto, foi o recorde em perda de posse de bola no Grêmio: oito.

A ideia da diretoria, antes mesmo da estreia com vitória e destaque, era promover Rildo ao grupo principal no próximo mês. O meia-atacante é tratado como a melhor alternativa caseira para suprir a ausência de Jhonata Robert, com lesão no joelho e desfalque por seis meses. A saída de Douglas Costa aumentou a carência, mas em princípio a ideia é completar o elenco principalmente exatamente a partir da base.

Outro destaque entra no radar

Afora Elias Manoel e Rildo, o Grêmio de transição apresentou outro nome na lista de destaques no primeiro jogo da temporada: Bitello. O volante foi quem mais fez interceptações na partida e ganhou elogios internos pela boa atuação.

Bitello, no entanto, não consta na lista de jogadores já selecionados para o grupo principal. O status pode mudar nos próximos dias, mediante outra boa atuação.

O Grêmio volta a campo diante do Brasil de Pelotas, em Pelotas, no sábado (29). O time de transição segue em ação, enquanto o grupo principal realiza treinos de pré-temporada. A estreia da equipe de Vagner Mancini será contra o São José-RS, na quarta-feira (2).

Futebol