PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Com gol de Suárez, Uruguai vence Paraguai, dorme no G4 e secará rivais

Luiz Suárez comemora gol do Uruguai contra o Paraguai pelas Eliminatórias - DANIEL DUARTE / AFP
Luiz Suárez comemora gol do Uruguai contra o Paraguai pelas Eliminatórias Imagem: DANIEL DUARTE / AFP

Do UOL, no Rio de Janeiro

27/01/2022 22h00

Classificação e Jogos

O Uruguai venceu o Paraguai por 1 a 0 nesta quinta-feira, no estádio La Olla, em Assunção. Luiz Suárez marcou o gol da vitória, que deixou a Celeste com 19 pontos na quarta colocação das Eliminatórias para a Copa do Mundo do Qatar no fim do ano. Para seguir na zona de classificação, a seleção terá que secar os rivais Peru e Colômbia, que se enfrentam nesta sexta.

Após quatro derrotas consecutivas, o Uruguai decidiu substituir Óscar Tabárez por Diego Alonso. O novo técnico já conquistou um Campeonato Mexicano pelo Pachuca e duas Champions League da Concacaf por Pachuca e Monterrey, e agora tem a missão classificar a Celeste. Logo no primeiro jogo deu um importante passo.

Os donos da casa iniciaram a partida buscando o ataque e quase abriram o placar com Carlos González, aos 8 minutos. A resposta do Uruguai não demorou muito tempo e foi intensa. Luiz Suárez aproveitou bobeada da zaga e, de cabeça, acertou o travessão, aos 14 minutos. Pouco depois, mais uma vez o travessão: Araújo desviou e quase marcou.

Depois disso, o jogo ficou bastante truncado no meio de campo e com faltas, fazendo com que praticamente não houvesse mais oportunidades de abrir o placar. O resultado não interessava nenhuma das equipes e a promessa de duelo movimentado ficou para o segundo tempo.

E foi justamente o que aconteceu. Pelo menos para o Uruguai que fez o primeiro com Luiz Suárez. Godín fez passe por cima e o atacante finalizou de primeira cruzado no canto do goleiro Antony Silva: 1 a 0. Com a vitória parcial, a celeste assumiu a quarta colocação, mas com jogo a mais em relação a alguns adversários diretos como Peru e Colômbia, que se enfrentam nesta sexta.

O gol cedo fez mal ao Paraguai, que sentiu o baque. Perdido em campo, o time não conseguia criar oportunidades. O Uruguai, por sua vez, recuou para jogar nos contra-ataques, mas não teve chances para encaixar uma jogada perigosa. Aos 30 minutos, os donos da casa fizeram substituições para tentar algo a mais.

Mas não foi o que aconteceu. O Paraguai seguiu sofrendo para criar oportunidades parando sempre no sistema defensivo uruguaio. Resultado fundamental para a Celeste na briga por uma das vagas na próxima Copa do Mundo.

Futebol