Topo

Gol no fim do jogo evita derrota do Atlético-MG na estreia de Turco Mohamed

Ademir, do Atlético-MG, tenta cruzamento em meio ao carrinho de Thiago Mosquito, do Villa Nova Imagem: ALESSANDRA TORRES/AGIF

Victor Martins

Colaboração para o UOL, em Belo Horizonte (MG)

26/01/2022 20h54

Classificação e Jogos

Foram apenas dez dias entre o primeiro treino do Atlético-MG em 2022 e a estreia do time no Campeonato Mineiro. Com uma formação completamente reserva, o Galo apenas empatou com o Villa Nova, em 1 a 1, no Estádio Castor Cifuentes, em Nova Lima, pela primeira rodada do Estadual. Os gols foram do atacante Thiago Mosquito, para a equipe da casa, e de Dylan Borrero, para o clube alvinegro. O jogo marcou também a estreia do técnico Antonio Mohamed, que teve apenas uma semana e meia de trabalho.

Em nada o time que esteve em campo nesta quarta-feira lembrou a equipe que na temporada passada venceu o Campeonato Brasileiro e a Copa do Brasil. Fisicamente abaixo do adversário, que iniciou a pré-temporada ainda em 2021, o Atlético foi salvo por um gol aos 43 minutos do segundo tempo.

Quem foi bem: Dylan Borrero

O jovem colombiano entrou no decorrer do segundo tempo e salvou o time. Fez o gol que evitou a derrota para o Villa, mas não só pelo gol. Dylan foi bem e responsável pelos poucos bons momentos do ataque atleticano.

Quem foi mal: Guilherme Castilho

Um dos destaques do Juventude na última edição do Campeonato Brasileiro, Guilherme Castilho foi reintegrado ao elenco atleticano. Na primeira chance na equipe principal, o jovem jogador teve uma atuação apagada e pouco conseguiu ajudar o time ofensivamente. Ficou apenas 45 minutos em campo.

A estreia de Mohamed: Atlético longe do ideal

A pré-temporada atleticana começou dia 17 de janeiro, na Cidade do Galo. Dez dias depois o time já estava em campo para a primeira rodada do Campeonato Mineiro. O curto tempo de trabalho impede qualquer tipo de avaliação sobre a responsabilidade de Turco Mohamed no empate em Nova Lima. O treinador argentino nem sequer contou com todos os jogadores e teve atletas que estão longe da forma física ideal.

Ausência do patch de campeão brasileiro

No primeiro jogo do Atlético em 2022, alguns torcedores notaram a ausência do patch em alusão ao título do Campeonato Brasileiro. Por uma opção do clube, a camisa usada em Nova Lima não fez nenhuma referência aos títulos do ano passado.

Estreias ofuscadas no Atlético

Dois dos três reforços contratados pelo Atlético em 2022 foram titulares diante do Villa Nova: os atacantes Ademir e Fábio Gomes. E ambos não tiveram nenhum brilho na primeira exibição com a camisa alvinegra. Ademir até participou um pouco mais da partida, mas nem de longe conseguiu repetir as boas jogadas da época do América. Já Fábio Gomes foi menos participativo e perdeu a melhor oportunidade do Atlético na partida.

FICHA TÉCNICA

Villa Nova 1 x 1 Atlético-MG
Data:
26/01/2022
Local: Estádio Castor Cifuentes, Nova Lima (MG)
Hora: 19h (de Brasília)
Árbitro: Felipe Fernandes de Lima (MG)
Assistentes: Felipe Alan Costa de Oliveira (SP) e Marcyano da Silva Vicente (MG)
VAR: não tem
Cartões amarelos: Branquinho e Thiago Mosquito (VIL); Guga (CAM)
Gol: Thiago Mosquito aos 42' minutos do primeiro tempo; Dylan Borrero aos 43' minutos do segundo tempo.

Villa Nova: Glaycon; Danilo Belão, Gabriel Furtado, Kadu, Hipólito; Leandro Salino, Wesley (Gustavo, aos 17 do 2º), Renan Mota (Klysman, aos 33 do 2º) e Branquinho (Adriano Amorim, aos 33 do 2º); Alessandro Vinicius e Thiago Mosquito. Técnico: Bruno Pivetti.

Atlético-MG: Rafael, Guga, Igor Rabello, Vitor Mendes e Dodô; Tchê Tchê, Castilho (Zaracho, no intervalo) e Echaporã (Savarino, no intervalo); Ademir (Felipe Felício, aos 30 do 2º), Sasha (Dylan Borrero, aos 17 do 2º) e Fábio Gomes. Técnico: Turco Mohamed.

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Gol no fim do jogo evita derrota do Atlético-MG na estreia de Turco Mohamed - UOL

Obs: Link e título da página são enviados automaticamente ao UOL

Futebol