PUBLICIDADE
Topo

Futebol

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Trajano: Endrick vai longe, mas tem que ir por partes, concordo com o Abel

Do UOL, em São Paulo

26/01/2022 13h17

Classificação e Jogos

O Palmeiras conquistou o título inédito da Copa São Paulo, com Endrick, de apenas 15 anos, eleito o melhor jogador da competição e autor do gol mais bonito do torneio, o que aumentou o assédio, com especulações e capa de jornal espanhol colocando o Real Madrid como futuro destino da revelação palmeirense.

No UOL News Esporte, José Trajano afirma que Endrick promete realmente ser um fenômeno, mas que Abel Ferreira acertou ao optar por não levá-lo ao Mundial de Clubes, ressaltando que ele já pulou muitas etapas.

"Que ele é muito bom de bola e promete ser um furacão é verdade. Primeiro, ele tem físico, não é magrinho, mirrado, já tem um porte legal, faz gols, o gol mais bonito da Copinha foi dele, de bicicleta, ele é insinuante, se coloca bem, tem um talento imenso. Os vídeos dele quando era garotinho são impressionantes, do mesmo jeito que a gente via aqueles vídeos do Ronaldo Fenômeno, do Neymar, os vídeos desse menino também são muito bons", diz Trajano.

"Eu concordo com o Abel e ele mesmo na entrevista que deu depois do jogo concordou com o Abel. Aquela brincadeira que o Abel fez, vai para a Disneylândia primeiro, ou seja, aproveita o seu tempo de garoto, de menino, porque é um menino ainda. Aproveita esse tempo porque daqui a pouco não vai ter mais esse tempo, ele está queimando etapas muito cedo, ele sempre jogou em categorias maiores tendo idade menor", completa.

Trajano também diz não acreditar que Endrick possa ser mais um caso de jogador que sai como estrela da Copa São Paulo e depois não consegue vingar entre os profissionais.

"Nós estamos diante de um grande talento do futebol brasileiro, ao contrário de vários jogadores que se destacaram na Copinha e depois não deram certo, eu acho que o símbolo disso aí é o Lulinha, do Corinthians, que explodiu na Copinha e depois ficou meio cavaleiro andante do futebol, eu acho que vai longe, mas tem que ir queimando etapas por partes", diz Trajano.

"Vai sofrer e já está sofrendo um assédio, essa capa do Marca é uma coisa inacreditável, botar um garoto de 15 anos na capa de um baita jornal esportivo da Espanha. Parece que já tinha gente aqui do Manchester City observando, do Real Madrid, vamos ver, vamos esperar", conclui.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Futebol