PUBLICIDADE
Topo

Eliminatórias Sul-Americanas

Reviravolta: na véspera, Equador libera 50% de público contra o Brasil

Torcedores da seleção do Equador no estádio Casa Blanca em setembro de 2021 - Rodrigo Buendia/Pool/Getty Images
Torcedores da seleção do Equador no estádio Casa Blanca em setembro de 2021 Imagem: Rodrigo Buendia/Pool/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

26/01/2022 19h51

Classificação e Jogos

O apelo da presidência da República do Equador às autoridades de saúde do país em reunião hoje (26) à tarde deu resultado, e o Comitê de Operações de Emergência (COE) nacional aceitou a liberação de 50% da capacidade de público do estádio Rodrigo Paz Delgado para o jogo desta quinta-feira (27), às 18h (de Brasília), contra a seleção brasileira. O jogo vale pela 15ª rodada das Eliminatórias da Copa do Mundo do Qatar.

O COE é a autoridade de saúde responsável pelas decisões referentes à pandemia de covid-19 no país. Anteontem (24), o órgão havia se manifestado contra a recepção de público em Equador x Brasil, mas uma nova reunião foi convocada por Guilherme Lasso, presidente do país, para a tarde de hoje, com apoio de clubes, da seleção, de parte da mídia e da FEF (Federação Equatoriana de Futebol). A reviravolta foi anunciada no fim da tarde.

"Obrigado pelo apoio de sempre a todos os equatorianos. Sigamos respeitando os protocolos e nos cuidando. Nos vemos no estádio", postou a FEF em suas redes sociais, em comemoração à decisão do COE.

A Federação Equatoriana já tinha comercializado aproximadamente 20 mil ingressos em dezembro e não planejava reembolsar os torcedores, por isso procurou a presidência do país em seu apelo. Como a capacidade do estádio é de aproximadamente 40 mil pessoas, não há necessidade de abrir novamente as vendas. Só o Equador jogaria sem público como mandante nesta rodada.

O Brasil já está classificado para o Mundial, já a seleção equatoriana está em terceiro na classificação, com 23 pontos. Caso vença o Brasil, precisará somar só mais um ponto nas três rodadas finais para sacramentar sua vaga no Qatar.