PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Palmeiras vence a Ponte Preta em ritmo de treino, pelo Paulistão, em casa

Diego Iwata Lima

Do UOL, em São Paulo

26/01/2022 23h28

Classificação e Jogos

O Palmeiras venceu a Ponte Preta em ritmo de treino, nesta quarta-feira (26), pelo Campeonato Paulista: 3 a 0. Foi a segunda vitória do Alviverde na competição, que bateu o Novorizontino no sábado (23), por 2 a 0.

O campeão da Libertadores decidiu o jogo com menos de meia hora. Um dos estreantes da noite, o zagueiro Murilo, abriu o placar, aos 9 min. Luan ampliou com belo chute aos 9. E Rony fez o terceiro, aos 28 min da etapa inicial.

Com o bom resultado do 1º tempo, Abel Ferreira aproveitou para fazer muitas substituições. E, assim, o volante Jaílson acabou também fazendo sua estreia no segundo tempo, como zagueiro, função que também conhece.

Quem foi bem: Raphael Veiga jogou solto

O meia criativo do Palmeiras disse a que veio. Deu boa assistência no gol de Rony, bateu de fora da área e criou boas chances para os companheiros.

Quem foi mal: goleiro Ygor Vinhas estava inseguro

O arqueiro ponte-pretano estava um pouco inseguro na partida. Não se pode atribuir o segundo e o terceiro gols do Palmeiras somente a ele, mas ele sem dúvida ajudou um pouco ao espalmar para dentro o chute de Luan e saiu mal no gol de Rony, sem fechar o ângulo.

Estreante começa passagem com gol

O Palmeiras jogava tranquilo e mandava no jogo quando, após jogada de escanteio, a bola sobrou para Zé Rafael no bico da grande área. O meia bateu, a bola ricocheteou na zaga dentro da área. Murilo, sozinho, empurrou para a rede, aos 9 min.

Palmeiras faz 2 a 0 com MUriilo após chute de Zé Rafael

Luan amplia aos 22 com belo gol

Os zagueiros estavam inspirados. Scarpa bateu escanteio da esquerda do ataque. A bola cruzou toda a área e encontrou Luan do outro lado. O beque pegou de primeira e bateu forte e rasteiro para fazer um belo gol -mesmo com certa ajuda do goleiro.

Luan pega de primeira após escanteio e amplia para o Palmeiras

Rony faz o terceiro em seu jogo 100 pelo Palmeiras

A enfiada de Raphael Veiga foi uma tacada de sinuca no meio dos zagueiros da Macaca. Rony recebeu sozinho e avançou decidido. Frente a frente com o goleiro, bateu forte, de chapa. A bola ainda bateu no goleiro, mas balançou a rede. Foi o jogo de número 100 de Rony, que chegou ao clube em 2020, com camisa alviverde.

Lomba faz primeira defesa aos 41

A primeira defesa de Marcelo Lomba com a camisa do Palmeias aconteceu aos 41 min do 1º tempo. Fessin desarmou Raphael Veiga e a bola sobrou para Lucca. O atacante entrou na área e bateu cruzado e forte. Lomba espalmou para escanteio.

Campeões da Copinha desfilam no intervalo

O time Sub-21 do Palmeiras, campeão da Copa São Paulo, desfilou com suas medalhas e com a taça conquistada na terça-feira (25). Como não poderia ser diferente, foram muito aplaudidos, em especial o atacante Endrick, melhor jogador e autor do gol mais bonito do campeonato em premiação da Federação Paulista.

Jaílson também faz sua estreia

Autor do primeiro gol, o estreante da noite, seguro na zaga, Murilo poderia dizer que teve uma jornada perfeita. Mas, aos 15 min, com câimbras, o beque deixou o gramado para a entrada do volante Jaílson, que também conhece a posição por ter atuado como zagueiro no Fenerbahce (TUR) entre 2019 e 2020.

Palmeiras dosa o ritmo na segunda etapa, e Abel roda o time

Com o placar muito favorável, o Palmeiras dosou o ritmo na segunda etapa, e Abel aproveitou para rodar o elenco. Colocou Breno Lopes, Gabriel Menino e Gabriel Veron em campo, nos lugares de Dudu, Raphael Veiga e Gustavo Scarpa.

Deyverson é ovacionado ao entrar

Nada como um gol de título para mudar o pensamento da torcida. Deyverson foi aplaudido de pé quando seu nome foi anunciado para o lugar de Rony, já no fim da partida.

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS 3 X 0 PONTE PRETA

Árbitro: Raphael Claus
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis e Rafael Tadeu Alves de Souza
VAR: Daiane Muniz dos Santos
Público: 17.662
Renda: R$ 773.408,18
Gols: Murilo, aos 9; Luan, aos 22; e Rony, aos 28 do 1º tempo.
Cartão Amarelo: Wesley (Ponte Preta)

PALMEIRAS: Marcelo Lomba; Murilo (Jaílson), Luan e Piquerez; Marcos Rocha, Danilo, Zé Rafael e Raphael Veiga (Breno Lopes); Dudu (Veron), Rony (Deyverson) e Gustavo Scarpa (Gabriel Menino). Técnico: Abel Ferreira

PONTE PRETA: Ygor Vinhas, Norberto, Fabio Sanchez, Fabrício e Guilherme Santos, Moisés Ribeiro (André Luiz), Marcos Júnior (Wesley) e Léo Naldin (Matheus Anjos); Fessin, Formiga (Luis Fernando) e Lucca. Técnico: Gilson Kleina

Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do que foi publicado, Marcos Rocha jogou contra a Ponte Preta, e não Mayke. O erro foi corrigido.

Futebol