PUBLICIDADE
Topo

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Burlá: 'Benfica não vai dar mole ao Flamengo por Everton Cebolinha'

Do UOL, em São Paulo (SP)

26/01/2022 18h44

De olho em reforçar os lados do ataque, o Flamengo está de olho em Everton Cebolinha, do Benfica. Para ter o atacante, o time carioca está disposto a desembolsar cerca de 15 milhões de euros e ainda oferecer Ramon aos portugueses. Recentemente, o atleta ex-Grêmio recebeu sondagens, além do rubro-negro, de Palmeiras e Atlético-MG.

Na Live do Mercado da Bola, transmitida pelo UOL Esporte nesta quarta-feira (26), os jornalistas Danilo Lavieri e Léo Burlá debateram sobre a possível chegada do atacante do Benfica no Flamengo e destacaram o fato da 'rivalidade' que vem sendo criada entre os brasileiros e os portugueses desde a ida de Jorge Jesus para Portugal.

"Pelo que li no blog do Bruno Andrade dentro do UOL, tem um mapeamento do Flamengo para saber os valores de Everton Cebolinha, que está encostado lá no Benfica. Saiu do Grêmio como um grande jogador, foi eleito o melhor atleta da Copa América de 2019 com a seleção, foi para Portugal, não se deu tão bem e agora está no mercado, com possibilidade de voltar o Brasil. A possibilidade não é tão alta porque ele ganha muito", começou dizendo Danilo Lavieri.

"Se falarmos de futebol brasileiro, o Cebolinha é um cara acima. É o tipo de jogador, que falando em um cenário hipotético, o clube nem precisa perguntar para o Paulo Sousa se ele quer o jogador, você simplesmente vai e contrata. Já se mostrou no Grêmio e na seleção, mas patinou lá no Benfica, onde foi um pedido de Jorge Jesus", analisou Léo Burlá.

Em seguida, Burlá destacou algumas saídas que têm contribuído para que o Flamengo sonhe com uma contratação de peso para o ataque pelos lados do campo.

"Já teve a saída do Kenedy, que não foi um cara que vingou, embora seja muito complicado você chegar em meio de temporada e, quando veio para o Rio, teve Covid. Pela bola que ele jogou, não deixou saudade. Também tem essa questão do Michael, que está enroscada, mas a questão é que agora tem um prazo de inscrição lá na Arábia. O Flamengo não está desesperado para vender ele. Eu acho que o Cebolinha seria uma contratação de independeria da saída do Michael".

Em seguida, o jornalista destacou como a relação de nomes entre Flamengo e Benfica tem sido constante.

"Tem um detalhe que eu percebo e acho que vale apresentar. Flamengo e Benfica se tornaram protagonistas nos últimos tempos. Isso começou quando o presidente dos portugueses veio para o Brasil, cantou o Jorge Jesus e levou ele e toda a comissão técnica. No desespero, o Flamengo foi atrás do Domènec Torrent, que não deu muito certo".

"Depois foi a vez do Flamengo ir para Portugal e criou-se tudo aquilo com o Mister, de Marcos Braz e Bruno Spindel terem conversado com ele e ele ter dito sim, só que aí teria que pagar uma multa. Dois dias depois, os dirigentes foram assistir um clássico, o Benfica perdeu. Em seguida, o Flamengo anunciou Paulo Sousa e os portugueses demitiram o Jorge Jesus. Enfim, é claro que não é um Fla-Flu, mas o Benfica não vai dar mole não", finalizou o jornalista.

A próxima edição da Live do Mercado da Bola será na quinta-feira (27). Você pode acompanhar a live pelo Canal UOL, no app Placar UOL, na página do UOL Esporte ou no canal do UOL Esporte no YouTube.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL